Alerta para investidores do Santander (SANB11): analistas recomendam venda de ações com provável “2T23 fraco”

10 months ago 104
Mercado

Os analistas da Genial Investimentos avaliam que os resultados do Santander (SANB11) referentes ao segundo trimestre de 2023 serão fracos. Com uma projeção de lucro líquido de R$ 2,19 bilhões, queda de 46,4% na base anual, os especialistas recomendam a venda dos papéis.

 analistas recomendam venda de ações com provável “2T23 fraco” Santander (SANB11): Sem sinais de alívio no 2T23, a recomendação é venda, diz Genial- Foto: iStock

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/07/1420x240-Banner-Materias-01-3.png

“O 2T23 do Santander deve continuar pressionado nas linhas de provisão para crédito com a inadimplência ainda em alta, tesouraria com resultados negativos por causa da Selic elevada e a margem com clientes sob pressão por conta de um mix mais cauteloso, por isso esperamos mais um ano de lucros decrescentes”, diz a Genial em relatório.

Segundo a Casa, o Santander deve ter uma retorno sobre patrimônio (ROE) de apenas 10,4% e um lucro líquido de R$ 2,19 bilhões, aumento de 2,3% em relação ao trimestre anterior, mas com forte queda de 46,4% ante o mesmo trimestre de 2022.

“Para este trimestre, esperamos dois eventos que nossos números não incorporam: entrada do valor da venda de parte da WebMotors no montante bruto de R$ 1,24 bi e a possível provisão para fins fiscais que foram revertidos no trimestre passado no montante de R$ 4,2 bi”, destacam os analistas.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/07/Image_20230704_105729_406.png

Santander: resultados melhores somente no segundo semestre, alerta Genial

De acordo com a Genial, a carteira de crédito do Santander deve manter uma abordagem seletiva e crescimento mais lento, visando reduzir os níveis de inadimplência, que deve continuar alta.

“Com isso, o spread deve ficar estável com a introdução de produtos menos arrojados como o crédito consignado, além da margem com mercado permanecer em níveis negativos e sem melhora significativa em relação ao 1T23. Esperamos que os resultados do banco comecem a vir melhores a partir do segundo semestre do ano”, diz a Genial.

A Casa revisou a sua projeção de lucro em 2023 para o banco de R$ 11,65 bilhões para R$ 11,18 bilhões (decréscimo de 4%), visto que a carteira de crédito deve crescer menos que as projeções anteriores, pressionando a margem financeira. “Acreditamos ainda que as provisões devem melhorar em um ritmo mais lento com dados de inadimplência ainda elevados.”

Dessa forma, a Genial mantém uma visão negativa para o Santander e reitera recomendação de venda, com preço-alvo de R$ 27,0. “Entendemos que os múltiplos de 10x (Preço/Lucro) projetado para 2023 e 1,28x (Preço/Valor Patrimonial) esperado para 2023 estão atrativos historicamente, mas não vemos ainda gatilhos para valorização das ações no curto prazo e encontramos alternativas no setor com valuation mais interessantes.”

Santander encolheu lucro em 46% no 1T23

O Santander anotou um lucro líquido de R$ 2,14 bilhões no primeiro trimestre de 2023 (1T23). Com isso, o lucro do banco encolheu 46% no comparativo em igual etapa do ano anterior.

Apesar disso, o resultado do Santander ficou acima das expectativas do mercado, dada a projeção de R$ 1,9 bilhão do consenso Bloomberg.

Já a rentabilidade medida pelo índice de ROE do Santander no 1T23 foi de 10,6%, também acima das projeções do consenso.

O número representa queda de 10,1 pontos percentuais (p.p.) em relação aos primeiros três meses do ano passado. Já no comparativo com o trimestre anterior, houve melhora de 2,2 p.p..

A carteira de crédito do banco chegou a R$ 500 bilhões, mostrando alta de aproximadamente 10%, com 18,8% de crescimento na linha de grandes empresas – a maior variação.

As receitas de serviços e tarifas bancárias saltaram 1,8% na comparação anual, para R$ 4,699 bilhões. De acordo com o balanço do Santander, as receitas de operações de crédito foram as que mais cresceram em relação ao primeiro trimestre de 2022, sendo beneficiadas pelo menor volume de isenções de tarifas no período.

A margem financeira bruta do banco foi de R$ 13,145 bilhões no trimestre, representando uma queda de 6% na base anual.

Após decisão do STF, Santander pode encolher lucro em 21% no ano

Após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) desfavorável aos bancos sobre PIS e Cofins, a Genial Investimento projeta grandes perdas para o Santander.

De acordo com o fato relevante do banco, o valor total estimado dos processos é de R$ 4,5 bilhões antes de impostos. A Genial avalia um impacto no lucro do Santander de quase R$ 2,5 bilhões. “No 1T23, o Santander realizou uma reversão de provisões de riscos fiscais no total de R$ 4,2 bi, já que a probabilidade de incidência havia sido alterada para possível (não requerendo o provisionamento) e usou o montante com provisões de crédito de liquidação duvidosa para reforço de balanço no mesmo montante da reversão. Provavelmente, segundo a decisão do STF, terá que constituir novamente as provisões fiscais.”

“Em nossas estimativas, o impacto no lucro seria de aproximadamente R$ 2,5 bi, o que resultaria em uma redução de 21,3% do lucro estimado para o Santander para 2023 (R$ 11,65 bi), além de representar aproximadamente 2% do valor de mercado”, complementa a casa.

Cotação

Hoje, as ações do Santander tiveram queda de 0,5%, cotadas em R$ 29,85.

Cotação SANB11

Gráfico gerado em: 24/07/2023

1 Ano

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Read Entire Article