Análise de preços 4/01: BTC, ETH, BNB, XRP, DOGE, ADA, MATIC, DOT, LTC, UNI

1 year ago 112

O ouro teve um forte início de ano e está sendo negociado próximo de uma máxima de sete meses com expectativas de que o Banco Central dos EUA (Fed) possa desacelerar o aperto monetário em curso, aumentando as taxas de juros em apenas 25 pontos-base em sua próxima reunião marcada para 1º de fevereiro.

Os mercados de criptomoedas também registraram um leve aumento, mas ainda não fizeram um movimento decisivo para cima. Um dos motivos pode ser a renovação dos temores em relação aos problemas de liquidez do Digital Currency Group, que voltou a entrar em foco depois que o cofundador da Gemini, Cameron Winklevoss, escreveu uma carta aberta ao CEO do DCG, Barry Silbert, cobrando o pagamento dos supostos US$ 900 milhões que a Genesis deve à Gemini.

Desempenho diário do mercado de criptomoedas. Fonte: Coin360

Em meio à melancolia, o diretor de estratégia e chefe de política global da Circle, Dante Disparte, parecia positivo e disse em uma postagem de 2 de janeiro dirigida ao Fórum Econômico Mundial que a atual crise no espaço das criptomoedas pode eventualmente ser uma benção. Disparte acredita que o mercado de baixa cripto de 2022 pode iniciar “uma transferência da tecnologia criptográfica e da infraestrutura das redes blockchain para mãos mais firmes.”

As criptomoedas poderiam despertar e iniciar uma recuperação sustentada à medida que os investidores alocam dinheiro novo para várias classes de ativos? Vamos estudar os gráficos das 10 principais criptomoedas para descobrir.

BTC/USDT

O Bitcoin (BTC) subiu acima das médias móveis em 4 de janeiro, indicando que há compradores em níveis mais baixos. O próximo nível a ser observado no lado positivo é de US$ 17.061, onde os ursos podem montar uma forte resistência.

Gráfico diário BTC/USDT. Fonte: TradingView

Se os compradores conseguirem abrir caminho até US$ 17.061, o par BTC/USDT poderá acelerar o ritmo e disparar para US$ 18.388. Este nível pode novamente testemunhar uma briga entre os touros e os ursos.

Pelo contrário, se o preço não se sustentar acima de US$ 17.061, isso sugerirá que os ursos estão vendendo em ralis de alívio. Isso pode manter o par dentro dos limites atuais por mais alguns dias. Os ursos terão que puxar o preço abaixo do forte suporte de US$ 16.256 para ganhar vantagem.

ETH/USDT

O Ether (ETH) subiu acima das médias móveis em 4 de janeiro, indicando que os touros estão em vantagem no curto prazo. O preço pode começar sua caminhada em direção à resistência aérea em US$ 1.352.

Gráfico diário ETH/USDT. Fonte: TradingView

Espera-se que os ursos defendam ferozmente a zona entre US$ 1.352 e a linha de tendência de baixa. Se o preço recuar a partir dessa zona, o par ETH/USDT pode voltar a testar as médias móveis.

Se o preço se recuperar da média móvel exponencial de 20 dias (US$ 1.219), isso sugerirá uma mudança potencial no sentimento de venda em ralis para compra em quedas. Isso poderia melhorar as perspectivas de uma quebra acima da linha de tendência de baixa.

A vantagem de curto prazo pode pender a favor dos ursos se o preço cair e mergulhar abaixo de US$ 1.150.

BNB/USDT

Depois de consolidar perto do nível de quebra nos últimos dias, o BNB (BNB) fez um movimento decisivo em 4 de janeiro e rompeu acima da resistência aérea. Isso sugere que a quebra abaixo de US$ 250 em 16 de dezembro pode ter sido uma armadilha para ursos.

Gráfico diário BNB/USDT. Fonte: TradingView

A EMA de 20 dias (US$ 251) se achatou e o índice de força relativa (RSI) subiu para território positivo, indicando que os touros estão voltando. O momento positivo pode ganhar ainda mais força se os compradores elevarem o preço acima da média móvel simples de 50 dias (US$ 268). Isso poderia abrir caminho para uma possível alta para US$ 300.

Se os ursos quiserem prender os touros agressivos, eles terão que puxar rapidamente o preço abaixo do suporte em US$ 236. Isso poderia acelerar as vendas e puxar o par BNB/USDT para o suporte vital em US$ 220.

XRP/USDT

O XRP (XRP) caiu da EMA de 20 dias (US$ 0,35) em 3 de janeiro, mas os touros protegeram com sucesso a linha de suporte do triângulo simétrico.

Gráfico diário XRP/USDT. Fonte: TradingView

O par XRP/USDT atingiu a EMA de 20 dias, o que pode desencadear uma dura batalha entre os touros e os ursos. Se os touros saírem por cima, o par pode subir até a linha de resistência do triângulo.

Por outro lado, se o preço cair novamente em relação à EMA de 20 dias, isso sugerirá que os ursos estão vendendo em ralis de alívio. Isso poderia aumentar a possibilidade de uma quebra abaixo da linha de suporte do triângulo.

DOGE/USDT

O Dogecoin (DOGE) caiu da linha de tendência de baixa em 3 de janeiro, mas os touros não permitiram que o preço caísse abaixo do suporte crucial em US$ 0,07. Isso indica que há demanda em níveis mais baixos.

Gráfico diário DOGE/USDT. Fonte: TradingView

O par DOGE/USDT pode subir para a EMA de 20 dias (US$ 0,07) e, se esse nível for ultrapassado, a próxima parada pode ser US$ 0,08. Espera-se que os ursos defendam esta zona com vigor, porque um rompimento e um fechamento acima dela podem atrair uma forte arrancada para US$ 0,11.

Ao contrário, se o preço cair da EMA de 20 dias, os ursos farão mais uma tentativa de puxar o par abaixo do suporte crucial próximo a US$ 0,07. Se eles conseguirem, o par pode cair para o suporte principal perto de US$ 0,05.

ADA/USDT

A recuperação da Cardano (ADA) atingiu o primeiro obstáculo na EMA de 20 dias (US$ 0,26). Os ursos defenderam com sucesso este nível durante os ralis de alívio anteriores, portanto, eles podem tentar fazer isso novamente.

Gráfico diário ADA/USDT. Fonte: TradingView

No entanto, o RSI subiu perto do ponto médio, indicando um aumento no momento positivo. Isso aumenta a probabilidade de um rompimento acima da EMA de 20 dias. Se isso acontecer, o par ADA/USDT pode tentar uma recuperação para a linha de tendência de baixa do padrão de cunha descendente.

Por outro lado, se o preço não se sustentar acima da EMA de 20 dias, isso sugerirá que os ursos estão ativos em níveis mais altos. Eles tentarão novamente retomar a tendência de baixa puxando o preço para menos de US$ 0,24.

MATIC/USDT

O Polygon (MATIC) se recuperou para a EMA de 20 dias (US$ 0,80), indicando que o preço pode estender sua permanência dentro da grande faixa entre US$ 0,69 e US$ 1,05 por mais algum tempo.

Gráfico diário MATIC/USDT. Fonte: TradingView

Se os touros elevarem o preço acima da EMA de 20 dias, o par MATIC/USDT poderá iniciar sua marcha para o norte em direção a US$ 0,97. A SMA de 50 dias (US$ 0,84) pode atuar como um obstáculo menor, mas provavelmente será ultrapassado.

No lado negativo, US$ 0,75 continua sendo o nível principal a ser observado. Uma quebra e fechamento abaixo dele poderia puxar o preço para o suporte da faixa em US$ 0,69. A ação do preço dentro do intervalo pode continuar aleatória e volátil.

DOT/USDT

A Polkadot (DOT) subiu acima da EMA de 20 dias (US$ 4,59) em 4 de janeiro, que é o primeiro sinal de que os ursos podem estar perdendo o controle.

Gráfico diário DOT/USDT. Fonte: TradingView

Os touros tentarão fortalecer ainda mais sua posição, elevando o preço acima da SMA de 50 dias (US$ 5,02). Se eles fizerem isso, o par DOT/USDT pode subir até a linha de tendência de baixa. Este nível pode novamente se comportar como uma grande barreira.

Alternativamente, os ursos tentarão defender a zona entre as médias móveis. Se o preço cair e quebrar abaixo da MME de 20 dias, isso sugere que o sentimento permanece negativo e os traders estão vendendo em ralis. O par poderia então testar novamente o suporte em US$ 4,22.

LTC/USDT

O Litecoin (LTC) rompeu e fechou acima da resistência aérea em US$ 75 em 3 de janeiro, sugerindo que os touros estão tentando iniciar um novo movimento ascendente.

Gráfico diário LTC/USDT. Fonte: TradingView

A EMA de 20 dias (US$ 70) começou a subir e o RSI está no território positivo, indicando vantagem para os compradores. Há uma resistência menor em US$ 78, que, se cruzada, poderia transportar o par LTC/USDT para US$ 85.

É improvável que os ursos desistam facilmente e devem tentar impedir a recuperação na zona de US$ 78 a US$ 85. Eles terão que puxar o preço abaixo das médias móveis para prender os touros agressivos. O par pode então cair para US$ 65.

UNI/USDT

A quebra da Uniswap (UNI) abaixo da linha de suporte do triângulo simétrico em 28 de dezembro provou ser uma armadilha para os ursos, pois os touros compraram a queda e elevaram o preço acima da MME de 20 dias (US$ 5,35) em 2 de janeiro.

Gráfico diáio UNI/USDT. Fonte: TradingView

Os compradores estão tentando aproveitar a força e superar o obstáculo na SMA de 50 dias (US$ 5,58). Se eles conseguirem fazer isso, o par UNI/USDT pode subir para a linha de resistência do triângulo. Este nível pode novamente atuar como um obstáculo rígido.

Se o preço cair da linha de resistência, o par pode permanecer dentro do triângulo por mais algum tempo. Os ursos ganharão vantagem se conseguirem afundar o par abaixo da zona de suporte de US$ 4,94 a US$ 4,71.

As visões, pensamentos e opiniões expressas aqui são exclusivas dos autores e não necessariamente refletem ou representam as visões e opiniões do Cointelegraph.

Este artigo não contém conselhos ou recomendações de investimento. Todo movimento de investimento e negociação envolve riscos, e os leitores devem conduzir suas próprias pesquisas ao tomar uma decisão.

LEIA MAIS

Read Entire Article