Ark de Cathie Wood e Microstrategy de Michael Saylor lideram perdas no mercado cripto

1 year ago 132

O ano de 22 terminou com saldo negativo para diversos ativos negociados em bolsa, como a Tesla perdendo 67% de valor e diversos fundos de investimentos de grandes nomes, como Ray Dalio e Warren Buffet apresentando resultados negativos. Deste cenário de perdas, poucos se destacaram mais que o fundo Ark baseado em startups e empresas ligadas às criptos, de Cathie Wood e Microstrategy de Michael Saylor.

Os investidores que investiram no ARK Innovation ARKK de Cathie Wood (-1,65% de queda, no instante dessa redação); foram punidos este ano. As ações do fundo, um favorito da era da pandemia, em grande parte composto por empresas de tecnologia não lucrativas, orientadas para o crescimento e muitas ligadas ao ecossistema cripto, caíram 63% este ano. Enquanto o índice S&P 500 subiu 12% desde meados de outubro para reduzir suas perdas de 2022 para 16%, o principal fundo de Wood está pairando perto de uma mínima de cinco anos. 

As três maiores participações no fundo – que é conhecido por seu símbolo ARKK – são a Zoom Video Communications Inc., Tesla Inc. e a Exact Sciences Corp., empresas que Wood disse terem o potencial de mudar o mundo.

As ações da Zoom e da Tesla perderam cerca de metade de seu valor este ano, enquanto a Exact Sciences, fornecedora não lucrativa de ferramentas de rastreamento e diagnóstico de câncer, caiu 42%. Wood também foi uma defensora do Bitcoin, que caiu cerca de 75% em relação ao pico de novembro de 2021.

A empresa de gestão Ark Invest da Wood comprou a maior participação de ações na exchange de criptomoedas, Coinbase Global Inc. (COIN, -1,06%), desde 14 de  dezembro, adicionando mais de 158.000 ações, no valor de cerca de US $ 5,5 milhões, ao seu fundo ARK Fintech Innovation, de acordo com a Bloomberg.

As ações da Coinbase caíram para uma mínima de fechamento de US $ 32,53 na quarta-feira, de acordo com dados da FactSet. Wood teria feito sua compra na quinta-feira, talvez ajudando a impulsionar um rali de 7% nas ações da empresa, à medida que se recuperava de suas últimas mínimas. Sua postura tem sido comparada a dos “hodlers” e seguindo Michael Saylor, que também comprou mais Bitcoin esses dias, comprando a queda e aumentando a exposição de seu fundo da Microstrategy ao Bitcoin. Saylor disse que comprou mais 2500 BTC no valor de US$ 55 milhões. Em um ano o fundo dele retornou -70.8% de prejuízo para seus investidores.

Os débitos como se observa no gráfico acima é da ordem de US$2.38 bilhões, a participação líquida do fundo está deficitária em US$ -200.29 milhões e o lucro líquido nos últimos 4 meses foi da ordem de US$ 122.7 milhões, gente os lucros já descontados os impostos e remuneração aos acionistas e diretoria está negativa em US$ -1.06 bilhões, como pode-se ver no gráfico abaixo.

Vale destacar que o Bitcoin é o único ativo na carteira da Microstrategy, diferentemente do fundo Ark que investe em diversas startups.

Outros fundos amargam perdas semelhantes

De acordo com o indexador de fundos Stockcircle, diversos fundos de medalhões do mercado amargaram perdas tão expressivas quanto Ark e Microstrategy. Entre eles destacam as seguintes perdas:

  • Warren Buffet ( -16.79%)
  • Ray Dalio (-12.83%)
  • George Soros (-70.51%)

O único vencedor do mercado em 22: Michael Burry (3.09%)

Burry que ficou conhecido como o homem que apostou, previu e ganhou na crise dos subprimes, revelou em alguns dos seus tweets que são sempre imediatamente deletados, que ele no início do ano havia vendido todas as suas participações em diversas empresas da Nasdaq e que apostaria contra o mercado acionário e de criptomoedas. A única ação mantida no portfólio da Scion, fundo administrado por Burry é da Core Civic, uma empresa especializada em construir presídios nos EUA. As ações da Core Civic apresentam retorno de 13.8% no ano com uma margem de lucro de 14.72%.

LEIA MAIS:

Read Entire Article