Ata do Fomc, ‘payroll’ e produção industrial no Brasil: o que acompanhar na semana

1 year ago 83

A primeira semana de 2022 promete ser marcada, principalmente, por acontecimentos políticos. Com Luiz Inácio Lula da Silva oficialmente de volta ao poder, os investidores vão acompanhar os próximos passos do novo governo e, principalmente, da nova equipe econômica. A pauta fiscal continua sendo o principal ponto de atenção do mercado.

Os negócios, contudo, devem seguir em ritmo lento. A semana é mais curta nos Estados Unidos – nesta segunda-feira (2), as Bolsas estarão fechadas, ainda em feriado de Ano Novo. Mas indicadores importantes são esperados para os próximos dias por lá.

Na quarta-feira (4), será divulgada a ata da última reunião do Comitê de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), o Copom do Banco Central americano. No último encontro, do último dia 14 de dezembro, o Fed elevou os juros básicos da economia dos EUA em 50 pontos-base, reduzindo o ritmo de aperto monetário.

A semana também será marcada pelos dados oficiais do mercado de trabalho americano, que tem sido observado com atenção pelo Federal Reserve nas suas decisões para controle da inflação.

payroll será divulgado na sexta-feira (6) e o consenso Refinitv projeta a criação de 200 mil vagas em dezembro.  A média das projeções do mercado também aponta para taxa de desemprego mantida em 3,7% e um crescimento de 0,4% nos salários em comparação a novembro.

Antes do payroll saem os demais dados de emprego. Com a semana mais curta, a pesquisa ADP, de criação de vagas no setor privado, sairá na própria quinta-feira. Na quarta (4), tem o relatório JOLTS, com o número de vagas em aberto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda no exterior, são esperados índices de inflação ao consumidor e vendas no varejo da Zona do Euro, na sexta-feira. Além disso, a agenda trás uma série de índices de gerentes de compras (PMIs, na sigla em inglês) nos Estados Unidos, Europa e na China.

No Brasil, a agenda está fraca e o principal indicador da semana é a produção industrial de novembro.

No calendário corporativo, as ações da brMalls (BRML3) deixarão de ser negociadas a partir da sexta-feira. Os papéis serão incorporados aos da Aliansce Sonae (ALSO3).

Read Entire Article