Bolsas sobem antes da ata do Fed, petróleo segue em queda; inflação ao produtor no Brasil e mais assuntos do mercado hoje

1 year ago 77

Os mercados mundiais amanhecem positivos nesta quarta-feira (4), à espera da publicação da ata da última reunião do Comitê de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), do Federal Reserve (Banco Central dos EUA), além de outros indicadores da atividade econômica americana.

Investidores buscam mais informações sobre o ritmo de aperto monetário do Fed e sobre o estado de saúde da maior economia do mundo.

Além disso, a Pesquisa de Vagas de Emprego e Rotatividade de Mão de Obra, mais conhecida como JOLTS, e os dados de manufatura ISM também serão divulgados hoje nos EUA.

No Brasil, investidores aguardam pelo índice de preços ao produtor e pelo Índice de Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) de serviços, enquanto monitoram o noticiário político.

O Ministério de Minas e Energia enviou ao Conselho da Petrobras (PETR4) indicação de Jean Paul Prates para presidência da estatal. A indicação oficial será formalizada após os trâmites na Casa Civil da Presidência da República.

Além disso, segundo fontes ouvidas pelo jornal Valor e pela agência Reuters, Caio Paes de Andrade renunciou à presidência da Petrobras na última sexta-feira (30) e permanecerá no cargo até que sucessor seja definido. O noticiário político segue no radar com o Ibovespa acumulando queda de 5,07% nas primeiras duas sessões do ano, com os investidores reagindo mal às primeiras medidas do governo.

1.Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA avançam nesta manhã de quarta-feira (4) após um início de ano negativo, com investidores aguardando pela divulgação da ata do Fed, em busca de sinalizações do rumo da política monetária no país.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No último encontro, do último dia 14 de dezembro, o Fed elevou os juros básicos da economia dos EUA em 50 pontos-base, reduzindo o ritmo de aperto monetário.

O relatório de empregos de dezembro previsto para sexta-feira (6) também será observado de perto, pois é a última leitura no mercado de trabalho antes da reunião do Fed em 1º fevereiro.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), +0,23%
  • S&P 500 Futuro (EUA), +0,34%
  • Nasdaq Futuro (EUA), +0,56%

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam positivos, com exceção do Nikkei, do Japão, com investidores também esperando pela ata da última reunião Federal Reserve dos Estados Unidos.

A Bolsa japonesa caiu após o índice do gerente de compras (PMI, na sigla em inglês) da au Jibun Bank Flash Japan Manufacturing recuar ainda mais no mês de dezembro.

O índice Hang Seng, de Hong Kong, por outro lado, liderou os ganhos na região, subindo 3,08%, onde as ações chinesas de tecnologia, de saúde e imobiliárias saltaram depois que a comissão regulatória da China para bancos e seguros aprovou plano de expansão da Alibaba.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

  • Shanghai SE (China), +0,22%
  • Nikkei (Japão), -1,45%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), +3,22%
  • Kospi (Coreia do Sul), +1,68%

Europa

Os mercados europeus operam em alta, ampliando os ganhos da véspera, quando foram impulsionados pelos números de inflação da Alemanha abaixo do esperado em dezembro, caindo para 9,6% na comparação ano a ano. Os números da inflação da França serão divulgados nesta quarta-feira.

Em mais dados de inflação da região, o índice de preços ao consumidor na Suíça cresceu 2,8% em relação ao ano anterior e caiu 0,2% no mês de dezembro.

Investidores do velho continente também aguardam pela divulgação da ata do Banco Central dos EUA.

  • FTSE 100 (Reino Unido), +0,24%
  • DAX (Alemanha), +1,17%
  • CAC 40 (França), +1,29%
  • FTSE MIB (Itália), +0,69%

Commodities

Os preços do petróleo recuam, ampliando as perdas da sessão anterior, com os investidores se preparando para ata da reunião de política monetária de dezembro do Federal Reserve.

O BC americano elevou as taxas de juros em 50 pontos base (bps) em dezembro, após quatro aumentos consecutivos de 75 bps cada. Se o Fed intensificar seus aumentos de juros, isso pode desacelerar a economia e prejudicar o consumo de combustível.

As cotações do minério de ferro recuam novamente na China, em função do aumento de casos de Covid no país.

  • Petróleo WTI, -2,04%, a US$ 75,36 o barril
  • Petróleo Brent, -2,11%, a US$ 80,37 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve baixa de 0,35%, a 846,50 iuanes, o equivalente a US$ 122,99

Bitcoin

  • Bitcoin, +1,19% a US$ 16.852,25 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Agenda

A agenda desta quarta é marcada pela divulgação da ata da última reunião do Comitê de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), o Copom do Banco Central americano. No último encontro, do último dia 14 de dezembro, o Fed elevou os juros básicos da economia dos EUA em 50 pontos-base, reduzindo o ritmo de aperto monetário. Ainda nos EUA tem o relatório JOLTS, com o número de vagas em aberto.

Por aqui, investidores aguardam pelo índice de preços ao produtor e pelo Índice de Gerente de Compras (PMI, na sigla em inglês) de serviços.

Brasil

8h30: Fernando Haddad, ministro da Fazenda, terá reunião com Isaac Sidney/Febraban

9h: Índice de preços ao produtor

9h30: Haddad se reunirá com presidente indicada da Caixa

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

10h: PMI de serviços

14h30: Fluxo cambial semanal

EUA

12h: Ofertas de emprego – JOLTs

12h: PMI ISM

16h: Ata da reunião FOMC

18h30: Estoques de petróleo API

China

22h45: PMI

3. Noticiário econômico

Alckmin recebe pauta prioritária da indústria

O vice-presidente e indicado a ministro da Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, esteve ontem na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), onde recebeu das mãos do presidente da entidade, Robson Braga de Andrade, um conjunto de 14 propostas prioritárias do setor para os cem primeiros dias de governo, informa o jornal Valor.

Além disso, Andrade repassou a Alckmin uma lista com 18 projetos prioritários em tramitação no Congresso Nacional. Dentre os projetos, estão a reforma tributária (PEC 110/2019), a modernização do setor elétrico (PL 414/2021), a regulamentação do mercado de carbono (PL 2148/2015) e o marco legal do licenciamento ambiental (PL 2159/2021).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cabe destacar que a deputada Marina Silva (Rede) e Alckmin assumem hoje, respectivamente, os ministérios do Meio Ambiente e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Marina e Alckmin participarão de eventos no Palácio do Planalto para marcar a troca de comando das pastas.

4. Noticiário político

Previdência Pública do País não é deficitária, diz Lupi

O ministro da Previdência, Carlos Lupi, afirmou nesta terça, 3, que o governo precisa discutir o que chamou de “antirreforma da Previdência”, em referência às mudanças do sistema previdenciário realizadas em 2019, durante o governo de Jair Bolsonaro (PL). De acordo com ele, a pasta provará com dados que a Previdência Pública do País não é deficitária.

“Quero formar uma comissão quadripartite, com os sindicatos dos trabalhadores, os sindicatos patronais, dos aposentados e com o governo. Precisamos discutir com profundidade o que foi essa antirreforma da Previdência”, disse ele, na cerimônia de transmissão de cargo do Ministério, em Brasília.

Lupi disse que o governo quer que toda a arrecadação que seja constitucionalmente destinada ao sistema previdenciário entre no balanço do INSS. “Tudo se esquece para levar a população a uma mentira. A Previdência não é deficitária, e vou provar com números, dados e informações”, comentou.

Covid

O Brasil registrou na terça 203 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 694.235 desde o início da pandemia.

Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 138. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de 0%.

No total, o país registrou 26.211 novos diagnósticos de Covid-19 em 24 horas, completando 36.397.820 casos conhecidos desde o início da pandemia.

5. Radar Corporativo

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras recebeu ofício do Ministério das Minas e Energia, na terça, informando que o senador Jean Paul Prates será indicado para exercer o cargo de presidente e de membro do Conselho de Administração da companhia.

A indicação oficial será formalizada após os trâmites na Casa Civil da Presidência da República.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além disso, segundo fontes ouvidas pelo jornal Valor, Caio Paes de Andrade renunciou à presidência da Petrobras na última sexta-feira (30) e permanecerá no cargo até que sucessor seja definido.

Gol (GOLL4)

A companhia aérea Gol (GOLL4) informou que projeta prejuízo por ação de R$ 2,3 no quarto trimestre de de 2022 (4T22).

A margem Ebitda (Ebitda sobre receita) no período deve ser de aproximadamente 20%.

Já a receita unitária de passageiros (PRASK) deve crescer 20% no último trimestre do ano passado em relação ante o 4T21.

A demanda deve subir 27% e capacidade, 31% no 4T22 em relação ao mesmo período de 2021.

(Com Estadão, Reuters e Agência Brasil)

Descubra por que a queda da Bolsa representa uma rara oportunidade e veja 6 ações incrivelmente baratas para comprar hoje

Read Entire Article