Casino, dono do Pão de Açúcar (PCAR3), fecha acordo preliminar com Kretinsky e ações derretem 7,5%

9 months ago 35
Negócios

O Casino Guichard-Perrachon, grupo varejista francês controlador do Grupo Pão de Açúcar (GPA), informou sobre o fechamento de um acordo preliminar com o consórcio oferecido pelo bilionário tcheco Daniel Kretinsky. Há meses, o grupo vem buscando uma forma de fortalecer sua base de capital e reestruturar a dívida bilionária de mais de 6 bilhões de euros.

Casino, dono do Pão de Açúcar (PCAR3), fecha acordo preliminar com Kretinsky e ações derretem 7,5% O Casino Guichard-Perrachon, controlador do Grupo Pão de Açúcar (GPA), informou sobre um acordo preliminar. Confira detalhes da negociação. - Foto: Wikimedia Commons

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/07/1420x240-Banner-Materias-01-3.png

Por volta das 5hs da manhã (de Brasília), a Bolsa de Paris registrava as ações do Casino derretendo cerca de 7,3%.

Conforme anunciado pelo grupo controlador do Pão de Açúcar (PCAR3), o consórcio de Kretinsky, o EP Global Commerce, Fimalac e Attestor, além de alguns credores, como bancos franceses, concordaram em participar da operação.

Na semana passada, dia 17 de junho, o Casino teve suas negociações suspensas na Bolsa. A iniciativa aconteceu durante a espera do grupo anunciar a decisão sobre a nova proposta de injeção de capital feita pelo EP Global, Fimalac e Attestor.

Pela oferta revisada, o consórcio injetaria 1,2 bilhão de euros no Casino, em troca de 53% de participação. Segundo o jornal Financial Times, a iniciativa prevê ainda a conversão de 4,9 bilhões de euros em dívida para ações. Além das dívidas, o Casino também lida com redução na participação no mercado francês.

Atualmente, a Casino controla o Grupo Pão de Açúcar (PCAR3), mas já sinalizou intenção de se desfazer do ativo brasileiro.

Enquanto isso, a 3F Holding, que também havia movido uma proposta rival, abandonou a disputa.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/03/1420x240-Investindo-no-exterior.png

Prejuízo bilionário suspende negociação de ações do Casino

Na quinta-feira (27), após ter divulgado o balanço trimestral referente ao 2T23 com prejuízo líquido de 2,33 bilhões de euros, o Casino pediu a suspensão de suas ações na Bolsa de Paris. O grupo francês havia reiterado também que poderia ficar inadimplente em sua linha de crédito rotativa até o fim de agosto.

O GPA, empresa controladora do Pão de Açúcar, reportou um prejuízo líquido de R$ 425 milhões no segundo trimestre, um aumento de 146,8% em relação ao mesmo período de 2022, quando as perdas da companhia foram de R$ 172 milhões.

receita líquida do GPA foi de R$ 4,755 bilhões no 2T23, o que representa uma alta de 13,5% em relação ao mesmo período do ano passado e o lucro bruto marcou R$ 1,181 bilhão, equivalente a um crescimento anual de 5,9%. A margem bruta registrada foi de 24,8%, com queda de 1,8 ponto percentual em relação a igual período de 2022.

balanço trimestral do GPA também destacou que as despesas com vendas gerais e administrativas foram de R$ 926 milhões no segundo trimestre de 2023.

Quanto ao resultado financeiro líquido da companhia registrou um prejuízo de R$ 338 milhões no 2T23, com crescimento de 33,4% em relação ao 2T22.

No fim de junho, a dívida líquida do Casino atingiu 6,1 bilhões de euros, ante 5,1 bilhões de euros três meses antes. Também em junho, o grupo francês anunciou que pretendia vender suas operações na América do Sul, que incluem o brasileiro GPA e o colombiano Éxito.

Com informações de Estadão Conteúdo e Dow Jones Newswires.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/04/1420x240-Planilha-vida-financeira-true.png

Read Entire Article