Chainlink luta para se recuperar, apesar de acúmulo de LINK por baleias

10 months ago 55
Chainlink Foto: Freepik

Siga o CriptoFacil no Google News CriptoFacil

A Ethereum Community Conference (EthCC), que aconteceu em Paris em meados de julho de 2023, serviu de palco para o lançamento do Cross-Chain Interoperability Protocol (CCIP) pela Chainlink. De acordo com Sergey Nazarov, fundador da Chainlink, “o CCIP pode ser visto como um espaço fragmentado para os desenvolvedores criarem aplicativos sobre ele”.

Ekta Mourya, analista de criptomoedas, acredita que esse lançamento possa agir como um catalisador para uma maior adoção da Chainlink, incentivando mais desenvolvedores e projetos a se juntarem ao ecossistema.

Os especialistas defendem que o Chainlink, uma rede oracle blockchain descentralizada, pode funcionar como uma ponte, onde um único token pode ser usado em qualquer blockchain, substituindo as pontes tradicionais no ecossistema cripto.

“Com a implantação do CCIP, Chainlink pode consolidar ainda mais sua posição no mercado, permitindo a comunicação segura e eficiente entre diferentes blockchains”, Mourya esclarece.

Lark Davis, empresário e investidor em Bitcoin, também destacou o lançamento do Chainlink CCIP em seu blog. Davis explicou que “o cenário das criptomoedas atual é marcado por blockchains que não interagem entre si, e o objetivo do CCIP é permitir que essas blockchains transfiram dados, ativos e funcionalidades de contratos inteligentes de forma segura”.

Análise de Chainlink

Tanto Mourya quanto Davis estão otimistas de que este lançamento traga alívio para a comunidade de usuários que fazem a ponte de criptomoedas de uma cadeia para outra.

Contudo, Mourya salienta que, apesar da expectativa de que esse desenvolvimento catalise a recuperação da Chainlink, “as métricas on-chain otimistas do projeto falharam em aumentar o preço”.

Em sua análise, Mourya observou que as baleias da Chainlink, isto é, grandes detentores de LINK, acumularam cerca de 11 milhões de LINK no último mês, totalizando um valor de US$ 77 milhões.

Apesar da acumulação de baleias normalmente ser considerada um sinal positivo, no caso da Chainlink, “ela não conseguiu catalisar uma recuperação no preço do LINK nos últimos 30 dias”.

“As baleias que possuem entre 100.000 e 1.000.000 LINK têm adicionado consistentemente à sua carteira. Resta saber se essa métrica on-chain otimista pode ajudar o preço do LINK a se recuperar de seu declínio em 2022”, finaliza Mourya.

Siga o CriptoFacil no Google News CriptoFacil

Tudo o que você precisa para ficar informado sobre o mercado

Fique atualizado sobre as últimas tendências em Bitcoin, Criptomoedas, DeFi, NFT, Web 3.0, Blockchain e Layer 2. Junte-se a nossa lista de mais de 20 mil assinantes.

Read Entire Article