Coluna do TradingView: altcoins desempenham melhor que BTC no momento

1 year ago 58

Ano novo, mercado novo? Talvez! Mercado cripto inicia a primeira semana do ano em alta com destaque especial as altcoins. Mercado ainda tem visões pessimistas para 2023, mas isso pode ir aos poucos se alterando a medida que o halving de 2024 se aproxima.

Macd Bollinger

Considerando que o mundo vive a partir dos ciclos econômicos, nada mais justo, do que pensar que as criptos também passam por esse processo. Assim sendo, me atenho em dizer que estamos a viver a pernada 5 da teoria de ondas de Elliot, onde, findada a onda 5, podemos ter as ondas de correções ABC mais a frente e surfar altas consideráveis. Lembrando, a teoria de Elliot diz o seguinte sobre o comportamento dos preços: “Emoção, Impulsão e Subjetividade” onde;

a) Emoção: As emoções dos compradores e vendedores interferem diretamente nos valores, e podemos ver um grande volume e transcrever em forma de gráficos as emoções precificas e com isso podemos até estabelecer o real preço de um ativo e assim tomar a melhor decisão;

b) Impulsão: E quando os investidores simplesmente segue o fluxo (no atual momento queda) refletido diretamente na impulsão, não se utilizando suas decisões em análises técnicas ou fundamentalistas o que o mercado está mostrando e, esse efeito de impulsão é mais conhecido como “efeito manada”.

c) Subjetividade: É a somatória dos princípios emoção e impulsão descritos acima, portanto, a psicologia humana tem interferência direta nas oscilações que acontecem no mercado, e através desta compreensão, as Ondas de Elliot servem para explicar o que levou a evolução ou queda de preço de um ativo.

Tão relevante quanto entender os princípios, é a compreensão dos padrões desta teoria. Os padrões da teoria de Elliott são divididos da seguinte forma: “cinco ondas de tendência” (no atual momento queda) e três de correção a tendencia vivenciada atualmente, logo, temos; “12345 de tendencia e ABC de correção da tendência”. (Ver o gráfico completo)

Gabriel Fauth

Estou usando os símbolos de dominância do mercado gerados pelo TradingView, conhecidos por Cryptocap, é as três letras da moeda com ponto D no lado (xyz.D). O método de calculo da escala percentual é: escala zerada para todos os ativos com contagem a partir do dia 02/01/2022. Então o que vamos comparar aqui é quais moedas mais cresceram/perderam em Dominância durante 2022.

Bitcoin:

Começando pelo pai de tudo, o Bitcoin, que mais uma vez se mostra resiliente, mantendo a sua dominância (é claro). Isso acontece pois é o ativo mais confiável e famoso no mundo das criptomoedas, todas as expectativas estão depositadas dele. O bitcoin aumentou a sua dominância em 5% durante 2022, e esse é o esperado durante um inverno cripto por conta da liquidação de carteiras de outras moedas. Isso demonstra claramente que o mercado ainda está em inverno e também mostra que os investidores ainda confiam no BTC como a segurança cripto.

Ao lado do Bitcoin podemos ver o Ethereum , pouca perda de dominância, também demonstrando estabilidade de seu “poder”. Poderíamos considerar ambos ativos de defesa e de confiança – no mundo cripto.

Vencedores:

Acredito que as stablecoins são as que mais ganharam poder em 2022 por conta das liquidações, aqueles que não quiseram ficar posicionados com BTCs , optaram por ficar líquidos em stable ou sacar da corretora. O crescimento da dominância dessas moedas foi colossal, também forte sinal de inverno cripto. É necessário considerar os fatores externos do dólar, afinal, as moedas emulam valer 1=1USD, certo?

Na categoria vencedores não posso fechar os olhos para a dominância do Litecoin crescendo 50% em 2022, o que é algo no mínimo curioso. Outras alts que ganharam dominância são Doge, XRP, BNB e Polygon, vale a pena descobrir porque elas estão subindo e surfar a tendência, ou se posicionar para a próxima bullrun.

Perdedores:

Na lista de top 10 quem mais perder valor de dominância foi (a minha queria) ADA – Cardano. Perdeu 43% de dominância durante 2022 sendo a moeda com maior market cap que mair perdeu espaço no mercado, será um sinal de liquidação ou será uma oportunidade de comprar barato? Pense com muito cuidado nisso.

Há outra linha junto com a ADA, a linha Outros, consolidando todas as outras altcoins excluindo BTC e ETH, mas essa categoria não era de se esperar grande coisa em termos de dominância no inverno cripto, não é mesmo? (Ver análise na íntegra).

Leandro Sander

LTC perpetuo  Após testar uma zona importante de resistência deve voltar em busca dos preenchimentos dos GAPs abertos.

O ativo está liderando grandes movimentos nas Altcoins, nos últimos meses, vale acompanhar o ativo visto que ele deve voltar a testar a faixa dos U$70,50 e aqui teremos uma zona importante para decisão de um novo impulso para teste de topo anterior e rompimento ou movimento de forte venda com alvos abaixo de U$57. (Ver mais sobre Litecoin).

Mazolaa

Temos uma análise de price action aqui, como caracter educacional, trago um exemplo de bandeira com rompimento na FTMUSDT.

Observem os fractais em ABCDE e os subfractais em ACB com Elliott deixou escrito para gente (33333) Cumprindo alvo de mastro 100% perfeitamente. (Ver ideias sobre Ondas de Elliot).

Disclaimer: As análises aqui apresentadas são apenas estudos. Elas não são recomendações de investimento, nem de compra nem de venda, tampouco refletem a opinião do veículo de mídia na qual estão sendo divulgadas. São estudos direcionados a pessoas com conhecimento e experiência no mercado financeiro.

Nossos Autores: MACD_Bollinger, Gabriel Fauth, Leandro Sander e Mazolaa.

Leia também: DOGE rumo a uma queda de 20%

Leia também: Core Scientific chega a acordo para encerrar operações de mineração da Celsius

Leia também: Criptomoedas são ‘apostas’ e devem ser reguladas como jogos de azar, diz economista do BCE

Read Entire Article