Core Scientific chega a acordo para encerrar operações de mineração da Celsius

1 year ago 58

A mineradora Core Scientific chegou a um acordo e desligará milhares de plataformas de mineração da Celsius. De acordo com informações, as duas empresas compartilhavam uma disputa judicial que se arrastava há meses.

Curiosamente, as duas empresas declararam recuperação judicial no final do ano passado. A Celsius enfrentou problemas e bloqueou saques dos usuários, enquanto a Core Scientific sentiu a queda no preço do Bitcoin (BTC) afetar a mineração.

Efeito dominó de falências

Outrora uma das maiores mineradoras de BTC do mundo, a Core Scientific culpou parcialmente os contratos com a Celsius pelos seus problemas financeiros. Quando a plataforma de empréstimos entrou com pedido de proteção contra falência, parou de cobrir sua parte nas contas de eletricidade.

A certa altura, os advogados da Core Scientific disseram que a mineradora estava perdendo US$ 53.000 por dia no contrato de hospedagem. O serviço de mineração da Celsius pagava parte dos rendimentos que a empresa oferecia aos clientes de sua plataforma.

Em outras palavras, a falência da FTX impactou a Celsius e, por sua vez, atingiu a Core Scientific. Isso mostra que o setor de criptomoedas está mais interligado do que nunca.

No mês de setembro, foi a vez da Core entrar com pedido de recuperação judicial. Ao mesmo tempo, a empresa e a Celsius concordaram em fechar 37.000 plataformas de mineração desta.

Já na terça-feira (3), a Celsius teve uma audiência do seu processo de recuperação judicial. Na audiência, um advogado da empresa disse que a Celsius estava perto de finalizar um acordo para a finalização total da mineração – o que de fato acontecerá agora.

A Core Scientific já havia pedido ao juiz David R. Jones que rejeitasse os contratos da Celsius como uma medida de emergência no final de dezembro. Na ocasião, a empresa alegou que os contratos não geravam retorno, mas que poderia utilizar a liberação para gerar receitas de até US$ 2 milhões por mês.

Caminho para a falência

Além de seus laços com a Celsius, a Core Scientific enfrentou as mesmas dificuldades que afetaram outras mineradoras de criptomoedas listadas no ano passado, já que os preços do BTC permanecem em queda enquanto os custos de energia disparam.

Como resultado, os lucros dos mineradores sofrem mais pressão, levando muitos deles a desligar suas máquinas e abandonar a atividade. Desde que abriu seu capital em janeiro de 2022, o preço das ações da Core Scientific (CORZ) despencou mais de 98%.

Um último esforço para evitar a falência foi anunciado em meados de dezembro, com a oferta de uma injeção de dinheiro de $ 72 milhões do banco de investimentos B. Riley.

Mas o executivo da Core Scientific, Michael Bros, disse em documentos judiciais que a empresa rejeitou a oferta da B.Riley antes dela se tornar pública. Após revisar as propostas subsequentes, um comitê concluiu que a oferta “não fornecia uma solução abrangente de reestruturação e não resolveu certas questões que a Companhia estava enfrentando, como seu litígio com a Celsius”.

Read Entire Article