Eletrobras (ELET3) recomprará 10% das suas ações até 2024; entenda

1 year ago 100
Negócios

O conselho de administração da Eletrobras (ELET3) começou o ano de 2023 aprovando um programa de recompra das ações da companhia. Em fato relevante arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na noite de terça (3), a empresa afirmou que a iniciativa atingir até 10% dos papéis em circulação.

Ou seja, de acordo com a Eletrobras, o programa pode adquirir até 202,1 milhões de ações ordinárias e 27,5 milhões de ações preferenciais B – representando 10% do total de ações em circulação de cada classe e espécie.

O prazo máximo para a liquidação dessa operação é de 18 meses, contados a partir da última terça (3). Assim, as ações da Eletrobras podem ser recompradas pela tesouraria até o dia 2 de julho de 2024.

“A recompra de ações somente será realizada se compatível com a situação financeira da companhia e se houver recursos disponíveis”, reforçou a Eletrobras no comunicado, ao detalhar os objetivos do programa de recompra das ações:

Aquisição de ações ordinárias e preferenciais de emissão da Companhia para posterior cancelamento, alienação ou manutenção em tesouraria, sem redução do capital social, para incrementar o valor aos acionistas pela aplicação eficiente dos recursos disponíveis em caixa, otimizando a alocação de capital da companhia.

Além disso, a empresa poderá usar essas ações disponíveis na tesouraria para “saldar obrigações decorrentes de seus passivos relativos a demandas judiciais que discutem diferença de correção monetária dos créditos de Empréstimo Compulsório de Energia (“ECE”) ou constitucionalidade do tributo”.

Eletrobras: Análise e dados do último pregão

O BTG Pactual (BPAC11) conta com recomendação de compra para os papéis ELET3, com preço-alvo de R$ 63.

A XP Investimentos também recomenda a compra das ações, com preço-alvo de R$ 70.

As ações da Eletrobras fecharam o pregão de terça (3) em queda de 1,87%, operadas ao preço de R$ 39,83, segundo os dados do Status Invest.

De acordo com a plataforma, a União Federal conta com 33% das ações ordinárias da Eletrobras.

Read Entire Article