Elo promove desafio a startups com foco na democratização de meios de pagamentos com criptoativos

1 month ago 43
Criar conta na Binace

O desafio faz parte do programa de inovação da empresa e é voltado para startups que tenham projetos capazes de explorar as potencialidades e oportunidades dos criptoativos como meio de pagamento.

Elo promove desafio a startups com foco na democratização de meios de pagamentos com criptoativos

Uma das principais empresas brasileiras do setor de tecnologia de pagamentos, a Elo vai promover um desafio aberto a startups cujo objetivo é alavancar projetos que utilizem criptoativos e a sua tecnologia subjacente para "democratizar cada vez mais os meios de pagamento" digitais.

O desafio é parte do programa de inovação da empresa e vai selecionar até 10 startups que apresentarem projetos capazes de potencializar as potencialidades e oportunidades dos ativos digitais como meio de pagamento.

No comunicado distribuído à imprensa, a empresa ressalta que o setor não se restringe às moedas digitais e, portanto, projetos que explorem tecnologias adjacentes como DeFi (finanças descentralizadas), NFTs (tokens não fungíveis) e o metaverso também estão aptos a participar do desafio.

As startups que apresentarem os projetos mais alinhados à estratégia da Elo poderão propor diferentes formas de integração de seus produtos aos objetivos da empresa, conforme destacou Felipe Maffei, diretor de Produtos e Inovação da Elo:

"Atuamos junto ao ecossistema de startups na busca constante por novos modelos de negócio e soluções tecnológicas que nos ajudem a construir o futuro dos meios de pagamento, por isso criamos um programa que possibilita unir nossa expertise e capilaridade às soluções de parceiros que desejem fazer parte deste processo”.

Prova de conceito (PoC), desenvolvimento de mínimo produto viável (MVP) e parcerias comerciais são algumas das possibilidades elencadas pela empresa.

No comunicado, a empresa ressalta que desde o ano passado o mercado de criptomoedas e stablecoins cresceu em ritmo acelerado no Brasil. Em expansão, a adoção dos criptoativos permite à empresa e às startups explorar esses novos segmentos do mercado.

Habilitar a população à utilização destas novas tecnologias, desenvolvendo novos produtos e soluções, abrindo novas frentes de atuação é o objetivo terminal do desafio proposto pela Elo, como explicou Duda Davidovic, superintendente de Inovação da empresa:

"Quando falamos em explorar esses temas dentro da Elo, estamos interessados em entender quais serão os novos comportamentos de consumo, novos casos de uso que surgirão, os novos modelos de negócio, e em como a tecnologia ajudará o usuário a gerar novas oportunidades para tornar a sua vida mais fácil e melhor. Nossa ambição é fazer parte da construção desse futuro”.

Conforme noticiou o Cointelegraph Brasil recentemente, a B3, Bolsa de Valores do Brasil, vai lançar um fundo de investimento de R$ 600 milhões com foco no desenvolvimento de novas tecnologias voltadas para o sistema financeiro. Tokenização de ativos, finanças descentralizadas, créditos de carbono, soluções para fintechs, neobanks, energia, financiamento coletivo e pagamentos estão entre os setores que poderão receber aportes do fundo.

LEIA MAIS

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!

Artigo Completo Aqui