Elo quer conhecer ferramentas que rastreiam transações de criptomoedas

10 months ago 72

O programa de inovação aberta da Elo prorrogou as inscrições para que empresas apresentem ferramentas que rastreiam transações de criptomoedas. A Elo SA é uma empresa brasileira do mercado de maquininhas, que tem a Caixa Econômica como uma das suas investidoras.

Com seu programa de inovação, chamado Elo Conecta, a empresa busca acelerar o empreendedorismo no mercado de pagamentos brasileiro. Com a prorrogação de inscrições para interessados em participar, o programa aguarda até a próxima segunda-feira (31) o recebimento de novas inscrições.

Em nota, a Elo declarou que aumentará sua presença no mercado de criptomoedas. Isso porque, a entrada em vigor da regulação das criptomoedas, por meio da Lei nº 14.478/2022, que começou a valer em junho de 2023, mais empresas tradicionais mostram interesse na tecnologia.

Elo prorroga inscrições para programa de inovação e quer conhecer mais mecanismos de transações de criptomoedas

A Elo, uma das principais empresas de tecnologias de pagamento do Brasil, traz uma nova proposta para o seu o programa de inovação aberta, o Elo Conecta e que agora ganhará ainda mais apetite por soluções para criptoativos por conta da nova regulamentação do setor já em voga no Brasil.

A primeira novidade é o Desafio de Monitoramento de transações em redes blockchain.
Na prática, as startups terão que apresentar soluções de supervisão e auditoria de transações em redes de registros distribuídos como criptomoedas e ativos digitais, com foco em clientes B2B e B2B2C.

As soluções originadas de nosso desafio vão nos permitir identificar padrões e tendências de suma importância para verificar a possível existência de atividades suspeitas em nossas atividades, pensando aqui em produtos ou serviços em fase interna de validação“, afirma Duda Davidovic, superintendente de Inovação da Elo.

Após a seleção inicial, o primeiro grupo de projetos terá que lidar com os desafios relacionados às tecnologias de blockchain e suas derivadas, mais especificamente: redes, tokens, validadores, DeFi, Oracles, interoperabilidade, segurança e outros aspectos relevantes. A Elo deixa claro que é fundamental que as startups tenham conhecimento especializado neste campo.

Programa já avaliou mais de 700 projetos e acelera três empresas

O Elo Conecta já avaliou mais de 700 projetos conta com três cases de aceleração de temas como Web3, NFT e Iniciação de Pagamentos.

A segunda novidade é que a partir deste segundo semestre, a Elo vai expandir o escopo, antes orientado às startups em Early Stage (estágio inicial), para abranger startups de qualquer tamanho e estágio de maturidade“, reforça a head de Inovação da Elo.

No passado, a Elo já convocou startups de criptomoedas a participarem de seus programas, e agora deve acelerar a busca por oportunidades no mercado.

Read Entire Article