Ferrari cancela patrocino de criptomoeda e preço despenca

1 year ago 81
Ferrari na Fórmula 1 com criptomoedas e NFTsFerrari na Fórmula 1. Crédito: ScuderiaFerrari/Twitter.

A Ferrari na Fórmula 1 praticamente encerrou sua curta participação no mercado de criptomoedas, após passar todo o ano de 2022 com patrocínio de uma marca. Na temporada 2023, o acordo entre as partes não foi renovado, apontam rumores.

A Ferrari é mais uma montadora da Fórmula 1 a não renovar nos últimos meses um acordo com empresas de criptomoedas.

O mercado passa por problemas com o fim de corretoras e fundos de investimentos. Além disso, itens colecionáveis de NFTs despencam, não sendo mais uma fonte interessante de renda para empresas.

Ferrari sai do mercado de criptomoedas após patrocínio da Velas Blockchain

Em publicações via redes sociais ainda na última segunda-feira (2), a Scuderia Ferrari mostrou os patrocinadores da temporada. Entre as marcas, ainda é possível ver a Velas Blockchain estampada nas publicações, o que aparentemente indica uma relação saudável entre as partes.

Desde o final de 2021, a Ferrari anunciou um acordo com a Velas (VLX), criptomoeda rival do Ethereum. Na ocasião do anúncio, a moeda passou por dias consecutivos de alta, sendo negociada em grandes corretoras como Kucoin, Huobi, entre outras.

Contudo, informações divulgadas também na última segunda indicam que a parceria com a Ferrari não deve continuar para a temporada de 2023.

De acordo com o perfil Decalspotters, que acompanha movimentações de patrocínios em marcas, a Velas Blockchain e a marca de processadores para dispositivos móveis, a Snapdragon, já estão fora da lista de patrocinadores no site oficial da Ferrari. Segundo apuração do Livecoins, a Velas não é mais listada entre os patrocinadores da marca.

“Velas e Snapdragon foram removidos da lista de parceiros ScuderiaFerrari. A Ferrari anunciou uma parceria de longo prazo com Velas no final de 2021 – e uma parceria estratégica com a Snapdragon no início de 2022.”

#SponsorWatch: Velas and Snapdragon have been removed from @ScuderiaFerrari's list of partners.

Ferrari announced a long-term partnership with Velas at the end of 2021 – and a strategic partnership with Snapdragon at the start of 2022.#F1 #essereFerrari pic.twitter.com/JbQAkwC34o

— Decalspotters (@decalspotters) January 2, 2023

Oficialmente, a Scuderia Ferrari ainda não confirmou o fim do acordo, nem a Velas Blockchain, que ainda mantém em sua descrição que é patrocinadora da montadora.

Preço da Velas cai

No dia 5 de janeiro de 2022, quando a VLX alcançou sua cotação máxima, cada moeda valia US$ 0,56. Contudo, desde o episódio de alta máxima, a queda abalou a Velas, que já despencou 96%, valendo apenas US$ 0,021 nesta terça-feira (3).

Nas últimas 24 horas, com o rumor do fim do patrocínio com a Scuderia Ferrari, o preço da Velas despencou ainda mais.

Vale lembrar que com o abalo no mercado de criptomoedas, algumas empresas da Fórmula 1 registraram problemas com patrocínios. Uma delas é a Mercedes, patrocinada pela corretora FTX e que chegou a ser criticada antes do GP Brasil na última temporada, anunciando o fim da parceria dias depois.

Não está claro se a Ferrari se afastou do mercado por preocupações ou precauções, mas com a instabilidade das criptomoedas a grande marca não contará com patrocínio de empresas de criptomoedas na temporada de 2023.

Siga o Livecoins no Google News.
Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Read Entire Article