Fiagros oferecem dividendos de até 2,58% em julho; confira o ranking dos maiores pagadores

9 months ago 120

O mercado já está na expectativa de que a taxa básica de juros recue em agosto, no entanto para a indústria de Fiagros – fundos que investem nas cadeias produtivas agroindustriais – o cenário parece ser o oposto.

Mesmo faltando poucos dias para iniciar um ciclo de queda da Selic, os Fiagros seguem superando com folga o retorno do CDI (certificado de depósito interbancário e principal indicador da renda fixa) com rentabilidades que chegam até 2,58% ao mês.

Segundo um levantamento da Órama, o dividend yield (taxa de retorno em dividendos) médio dos Fiagros tipo FII (que reproduzem a estrutura dos fundos imobiliários) foi de 1,38% em julho, acima do 1,36% registrado em junho. O resultado equivale a uma taxa de 151% do CDI (principal referência para investimentos de renda fixa) no mês.

Considerando o gross-up da tributação, dado que os Fiagros são isentos de Imposto de Renda, o retorno equivale a uma taxa de 1,62% em julho. Gross-up é um cálculo que permite a comparação de investimentos isentos e não isentos de tributos.

Os Fiagros são isentos desde que sejam negociados na B3 e possuam, no mínimo, 50 cotistas. Confira abaixo a evolução do retorno dos fundos em relação à renda fixa:

Os três Fiagros que mais pagaram dividendos em julho

O Fiagro que mais pagou dividendos em julho é o BBGO11, da BB Asset Management. O fundo distribuiu R$ 2,35 por cota, equivalente a um dividend yield de 2,58%.

O ganho, contudo, não é recorrente e dificilmente irá se repetir, aponta Danilo Carvalho, analista de Fiagros da Ticker Research.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para ele, uma série de fatores propiciaram o rendimento fora da curva. Carvalho explica que uma mudança na política de distribuição dos resultados do BBGO11 foi aprovada em assembleia no fim de junho. Antes, o Fiagro utilizava o regime caixa e passou a adotar o regime competência.

“Além disso, o fundo estabeleceu no seu regulamento que vai distribuir no mínimo 95% dos rendimentos apurados no semestre”, pontua o analista. Carvalho faz a ressalva de que esse nível de distribuição é uma cultura dos FIIs, mas nos Fiagros não há essa obrigação – embora alguns estabeleçam isso nos regulamentos. O BBGO11 paga dividendos mensais.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas.

“É o Fiagro mais high grade [de menor risco] do mercado, muito diversificado e com boas empresas no portfólio. A carteira tem uma divisão quase meio a meio entre ativos atrelados ao CDI e ao IPCA [índice de inflação]”, explica o analista.

Na segunda posição está o LSAG11, da gestora Leste, com dividend yield de 1,60% no mês. O fundo remunerou os cotistas com R$ 1,70 por cota em julho.

O fundo tem perfil high yield (de maior risco) por investir em CRAs (certificados de recebíveis do agronegócio) de dívidas pulverizadas, com vários produtores e cooperativas. Os papéis são todos indexados ao CDI, com spreads que variam de entre 6% e 8% ao ano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Entre os produtos financiados pelo Fiagro, destaque para defensivos agrícolas e fertilizantes, com 31,1% e 17,6% do patrimônio. Em relação a culturas, destaque para soja, com 60% da exposição do fundo e milho com 23%.

O Fiagro Leste também sentiu os efeitos do risco de crédito, que proliferou no mercado nos últimos meses. Em relatório da gestão, o LSAG11 informou que tem uma operação inadimplente na carteira, que representa 1,28% do seu patrimônio líquido até 30 de junho.

“O administrador do fundo já provisionou o equivalente a 50% do saldo devedor deste CRA em razão do deferimento do processo de recuperação judicial da empresa devedora. O gestor está tomando as medidas judiciais necessárias em conjunto com a securitizadora para a cobrança do devedor”, apontou a gestora.

Na terceira posição está o AGRX11, da Exes Gestora de Recursos, que pagou R$ 0,17 por cota, equivalente a um dividend yield de 1,58% no mês. Carvalho explica que o Fiagro está mais focado no produtor rural e tem perfil high yield.

Segundo o analista, a principal cultura do fundo é soja e um dos diferenciais da gestora é trabalhar com originação e estruturação própria de CRAs. A carteira do fundo é mista, com uma rentabilidade média de CDI mais 5,71% ao ano em 92,5% dos ativos e de IPCA mais 8% ao ano em 7,5% do portfólio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Confira os Fiagros que pagaram os maiores dividendos em julho de 2023:

FiagroGestorSegmentoPeriodicidade dos dividendosDividendos pagos em jul/23 Dividend yield em jul/23Data de PagamentoRegra de Distribuição
BBGO11BB Asset ManagementCRAsMensalR$ 2,352,58%14/07/2023Não informado
LSAG11LesteCRAsMensalR$ 1,701,60%14/07/2023No 10º dia útil do mês subsequente.
AGRX11Exes Gestora de RecursosCRAsMensalR$ 0,171,58%14/07/2023No 10º dia útil do mês subsequente.
IAGR11SFI InvestimentosCRAsMensalR$ 1,551,51%14/07/2023Até o 10º dia útil do mês subsequente.
CRAA11Sparta Fundos de InvestimentoCRAsMensalR$ 1,501,45%14/07/2023Não informado
NCRA11NCH Capital BrasilCRAsMensalR$ 0,161,44%25/07/2023No 17º dia útil do mês subsequente.
EGAF11Eco AgroCRAsMensalR$ 1,401,40%14/07/2023Até o 10º dia útil do mês subsequente.
VGIA11Valora InvestimentosCRAsMensalR$ 0,131,39%19/07/2023Até o 13º dia útil dos meses de fevereiro e agosto.
DCRA11Devant AssetCRAsMensalR$ 0,131,39%14/07/2023No 10º dia útil após o encerramento do período de apuração.
GRWA11Greenwich InvestimentosCRAsMensalR$ 0,141,36%14/07/2023Não informado
JGPX11JGPCRAsMensalR$ 1,351,36%14/07/2023No 10º dia útil do mês subsequente.
RURA11Itaú Asset ManagementCRAsMensalR$ 0,141,36%07/07/2023No 5º dia útil do mês subsequente.
CPTR11Capitânia InvestimentosCRAsMensalR$ 1,301,35%19/07/2023Não informado
RZAG11Riza Asset ManagementCRAsMensalR$ 0,131,34%14/07/2023No 10º dia útil do mês subsequente.
FGAA11FG/A GestoraCRAsMensalR$ 0,131,32%14/07/2023No 10º dia útil do mês subsequente.
VCRA11Vectis GestãoCRAsMensalR$ 1,201,25%13/07/2023No 9º dia útil do mês subsequente.
OIAG11Fator Ore AssetCRAsMensalR$ 0,121,23%14/07/2023No 10º dia útil de cada mês.
KNCA11Kinea InvestimentosCRAsMensalR$ 1,291,22%13/07/2023Não informado
PLCA11PluralCRAsMensalR$ 1,131,21%14/07/2023No 10º dia útil do mês subsequente.
SNAG11Suno AssetHíbridoMensalR$ 1,201,20%25/07/2023Não informado
GCRA11Galapagos CapitalCRAsMensalR$ 1,121,20%14/07/2023No 10º dia útil dos meses de fevereiro e agosto.
XPCA11XP Asset ManagementCRAsMensalR$ 0,111,18%14/07/2023Até o 10º dia útil.
AAZQ11AZ QuestCRAsMensalR$ 0,101,07%14/07/2023Não informado
HGAG11HGI CapitalCRAsMensalR$ 0,291,03%07/07/2023Não informado

Fonte: Órama, com dados da Quantum Axis. Dados coletados no dia 18/07/2023

Como os Fiagros superam o CDI?

A maior parte dos Fiagros investem em CRAs que, historicamente, apresentam mais operações atreladas ao CDI. Por isso, esses fundos geram rendimentos recorrentes mais altos do que aqueles que investem diretamente em terras. Em um cenário de juros em patamares elevados ainda para os próximos meses, essas carteiras se destacam.

No entanto, com a queda da Selic a partir de agosto, é possível que as rentabilidades tenham uma leve redução, explica Carvalho.

Ele comenta que alguns Fiagros já estão fazendo um movimento de mudança de indexador, alocando uma parcela maior do portfólio em ativos atrelados ao IPCA. “A queda de juros que já está sendo precificada favorece a marcação a mercado e eleva a liquidez no mercado secundário. Desta forma, alguns fundos vão realizar ganhos de capital”, pontua o analista da Ticker Research.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Read Entire Article