FII híbrido corta dividendo pela metade e decepciona (novamente) os cotistas

1 year ago 57

Os mais de 111 mil cotistas do FII Tordesilhas EI (TORD11) foram novamente surpreendidos com a distribuição de dividendos do fundo, que pagará em janeiro R$ 0,04 por cota, metade do valor repassado no mês anterior e montante equivalente a um retorno mensal (dividend yield) de 0,54%.

O fundo do segmento híbrido – que investe em mais de uma classe de ativos – já havia cancelado a distribuição de rendimentos em agosto de 2022. O repasse mensal foi retomado em setembro e se manteve entre R$ 0,07 e R$ 0,08 por cota.

Na oportunidade, a gestão explicou que a operação do fundo foi prejudicada pelo aumento da inadimplência e cancelamento de negócios. Como medida preventiva, a carteira decidiu reter os dividendos daquele mês para uma eventual necessidade de recursos no curto prazo.

A redução dos dividendos de janeiro deverá ser explicada no próximo relatório gerencial do fundo, que costuma ser divulgado na terceira semana do mês.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Atualmente, 41,2% do portfólio do Tordesilhas EI está concentrado em equities – participação do fundo no desenvolvimento de empreendimentos imobiliários para a futura venda de unidades ou cotas. Além de ainda não gerarem receitas para o fundo – e, consequentemente, dividendos para os cotistas – os projetos têm demandado mais recursos da carteira.

No meio do ano passado, a carteira chegou a vender CRIs (certificados de recebíveis imobiliários) – que representam 17% do portfólio – para reforçar o caixa da carteira.

Tanto os CRIs como os equities do Tordesilhas EI são focados no segmento de multipropriedades – hotelaria, residência, comércio e lazer, setores mais sensíveis ao aumento da inadimplência ou cancelamento de negócios, como destaca o relatório gerencial do fundo.

Em 12 meses, as cotas do TORD11 acumulam queda de 22%, bem abaixo do desempenho do Ifix – índice dos FIIs mais negociados da Bolsa, que acumula no período alta de 2%.

Leia também:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Read Entire Article