Futuros de BTC e ETH lideram investimento institucional no segundo trimestre

10 months ago 58

Siga o CriptoFacil no Google News CriptoFacil

Os contratos futuros regulamentados de Bitcoin (BTC) e Ether (ETH) da gigante de derivativos Chicago Mercantile Exchange (CME) registraram uma participação recorde de grandes traders no segundo trimestre. De acordo com os dados, esse número quebrou um recorde e ultrapassou a barreira de 100 investidores.

Essa métrica ocorre por causa do interesse aberto, que são as entidades que possuem até 25 contratos futuros de BTC. A CME informou que houve média recorde de 107 no segundo trimestre. Por outro lado, os chamados grandes detentores de interesses em aberto de ETH tiveram uma média de 62 no segundo trimestre.

Busca por veículos regulamentados em BTC e ETH

Enquanto os Estados Unidos não aprovam um ETF à vista (spot) de BTC ou ETH, os futuros são a forma mais eficiente dos grandes investidores se exporem a elas. O mercado possui um grande volume de negociação, é regulamentado e, além disso, dispõe de uma grande liquidez.

Por causa disso, e também pelo aumento da demanda dos investidores por exposição ao BTC, os volumes da CME cresceram bastante. E é nesse sentido que a bolsa explica o recorde nos contratos.

“O interesse institucional dos futuros de Bitcoin continuou a aumentar ao longo do trimestre, à medida que os investidores buscavam locais/produtos regulamentados para proteger a crescente volatilidade do mercado e gerenciar o risco e a exposição”, disse a CME.

A Comissão de Negociação de Futuros e Commodities (CFTC) regula os futuros da CME, o que também anima o mercado. A CFTC possui uma visão mais aberta sobre as criptomoedas do que a Comissão de Valores Mobiliários (SEC). Logo, os investidores encontram mais segurança nessas plataformas.

Em relação aos futuros de BTC, o contrato futuro padrão é equivalente a 5 BTC, enquanto o micro contrato equivale a 0,1 BTC. Já os futuros padrão de ETH têm um tamanho de contrato de 50 ETH, enquanto os micro futuros são equivalentes a 0,1 ETH. Ou seja, a CME já tem opções para todos os investidores.

Veículo dos investidores

Os futuros regulados e liquidados em dinheiro da CME há muito são a escolha preferida de instituições que buscam obter exposição à criptomoeda sem ter que possuí-la. A participação recorde de grandes detentores ocorreu quando as principais criptomoedas estenderam o rali do primeiro trimestre.

O BTC subiu 7% no segundo trimestre, confirmando um aumento de 84% no primeiro semestre do ano. O ETH também valorizou, mas alcançou menos que o BTC e teve ganhos de 61% nos primeiros seis meses.

A demanda por ferramentas de proteção (hedge) também elevou os volumes de negociação e o interesse aberto em futuros e opções de BTC e ETH para máximas históricas no primeiro semestre, disse a CME.

O volume de negociação refere-se ao número de contratos negociados em um determinado dia. O interesse aberto refere-se ao número de contratos ativos em um determinado momento. Um aumento no interesse aberto representa um influxo de dinheiro novo no mercado.

O interesse aberto em contratos futuros de BTC padrão teve uma média recorde de 14.800 contratos no primeiro semestre, um aumento de 15% em relação a 2022. Enquanto isso, o interesse aberto em opções de BTC teve uma média recorde de 9.400 contratos, confirmando um aumento impressionante de 175% em relação a 2022.

Siga o CriptoFacil no Google News CriptoFacil

Read Entire Article