Ibovespa Futuro opera estável, com investidores atentos à payroll nos EUA e reunião ministerial de Lula

1 year ago 86

O Ibovespa Futuro opera entre leves perdas e ganhos nos primeiros negócios desta sexta-feira (6), caminhando para terminar a primeira semana de 2023 no campo negativo, com atenções voltadas para cenário político doméstico e dados de emprego nos EUA.

O mercado aguarda pelos desdobramentos resultantes da primeira reunião ministerial do governo Lula a ser realizada hoje. A reunião visa alinhar os discursos desencontrados dos integrantes do governo.

Em indicadores, o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) variou 0,31% em dezembro. No mês anterior a taxa havia sido de -0,18%. De janeiro a dezembro de 2022, o índice acumulou alta de 5,03%.

Às 9h21 (horário de Brasília), o  Ibovespa futuro para fevereiro operava com leve baixa de 0,03%, aos 109.170 pontos.

Em Wall Street, os índices futuros operam mistos, antes da divulgação de dados de empregos não-agrícolas, payroll, de dezembro, que serão observados com atenção pelo Federal Reserve nas suas decisões para controle da inflação. O consenso Refinitv projeta a criação de 200 mil vagas em dezembro.

Um relatório acima do esperado apontaria para um mercado de trabalho resiliente, o que pode significar que o Banco Central americano teria que ir mais longe em seus esforços para conter a inflação.

Nesta manhã, Dow Jones Futuro avançava 0,13%, S&P Futuro subia 0,03% e Nasdaq Futuro tinha baixa de 0,24%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dólar

O dólar comercial operava com alta de 0,10%, cotado a R$ 5,356 na compra e 5,357 na venda, após fechar em baixa na sessão anterior, com declarações de ministros de que o governo atual não revisará reformas e medidas econômicas tomadas na gestão anterior. Já o dólar futuro para janeiro tinha alta de 0,03%, a R$ 5,386.

No mercado de juros, os contratos futuros recuam em bloco. O DIF24 (janeiro para 2024) opera com baixa de 0,01 pp., a 13,69%; DIF25, -0,04 pp, a 13,10%; DIF26, -0,04 pp, a 13,02%; DIF27, -0,04 pp, a 13,04%; DIF28, -0,06 pp, a 13,02%; e DIF29, -0,05 pp, a 13,05%.

Exterior

A maioria dos mercados europeus opera em alta nesta sexta-feira, com investidores repercutindo dados de inflação da Zona do Euro. O dado preliminar mostrou alta anual de 9,2% em dezembro, abaixo da estimativa Refinitiv de 9,7% e do número de 10,1% de novembro.

Antes, a França, Alemanha e Itália relataram desacelerações da inflação acima do esperado ao longo da semana, o que deixou os investidores esperançosos de que a inflação tenha ultrapassado seu pico no bloco de moeda comum.

A desaceleração do índice de inflação poderia abrir caminho para o Banco Central Europeu moderar seu ciclo de aperto da política monetária.

Contudo, segundo analistas ouvidos pela CNBC, isso não deve provocar uma mudança de tom do Banco Central Europeu. As taxas de juros “chegarão a 3 (%) e provavelmente terão que se manter durante todo o ano, mesmo quando a recessão se tornar cada vez mais evidente”, disse Hetal Mehta, da Legal & General Investment Management, ao portal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além de dados de inflação, investidores repercutem o volume de vendas no varejo na Zona do Euro que subiu 0,8% em novembro em relação a outubro. Na comparação com novembro de 2021, foi verificada queda de 2,8%.

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam em alta, com exceção do Hang Seng, de Hong Kong, após uma pesquisa do mercado de trabalho americano na véspera sugerir que o Federal Reserve dos EUA precisará realizar mais aumentos de juros para conter a inflação.

O índice Hang Seng reduziu seus ganhos e fechou em baixa, já que a China sinalizou mais medidas de apoio para seu setor imobiliário à frente.

Os preços do minério de ferro na China voltaram a subir após quedas recentes em meio às preocupações com a Covid na China. Nesta sexta, a cotação da commodity avança devido ao otimismo em torno do apoio político intensificado da China ao setor imobiliário doméstico, mas preocupações persistentes com surtos locais de Covid-19 mantiveram o minério a caminho de uma queda semanal.

As cotações do petróleo sobem e ampliam os ganhos da véspera, depois que dados apontaram para uma diminuição dos estoques de combustíveis nos Estados Unidos após uma tempestade de inverno no final do ano.

Descubra por que a queda da Bolsa representa uma rara oportunidade e veja 6 ações incrivelmente baratas para comprar hoje

Read Entire Article