Ibovespa recua aos 121 mil pontos, Petrobras (PETR4) lidera quedas e Assaí (ASAI3) dispara mais de 5%

10 months ago 61
Negócios

O Ibovespa abriu em baixa de 0,91% nesta quinta-feira (27), aos 121.443 pontos, em meio a quedas de Vale (VALE3) e Petrobras (PETR4).

Ibovespa recua aos 121 mil pontos, Petrobras (PETR4) lidera quedas e Assaí (ASAI3) dispara mais de 5% Ibovespa recua aos 121 mil pontos, Petrobras (PETR4) lidera quedas e Assaí (ASAI3) dispara 5% - Foto: iStock

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/07/1420x240-Banner-Materias-01-3.png

Por volta das 10h50, as ações ordinárias da Petrobras (PETR3) caíam 2,44% e lideravam as perdas desta manhã, seguida por Bradespar (BRAP4), com -1,87%. As ações preferenciais da Petrobras (PETR4) recuvaam 1,84% e CSN (CSNA3) caía 1,79%. A Vale (VALE3), por sua vez, tomba 1,78%.

Na ponta positiva, Assaí (ASAI3) lidera os ganhos após disparar 5,28%, Méliuz (CASH3) subia 4,93% e Carrefour (CRFB3) avançava 4,10%.

Maiores altas e baixas do Ibovespa

Cotações de Ações

Cotações extraídas em 27/07/2023 às 11:03

Vale (VALE3) traz novos esclarecimentos sobre possível venda de unidade de metais

Após notícias veiculada na mídia de que a Vale (VALE3) estaria próxima de fechar uma venda de 10% da unidade de metais básicos à Arábia Saudita, a mineradora esclareceu que vem buscando uma parceria para o seu negócio de metais para transição energética como parte de sua estratégia de atração de investimento e aceleração de crescimento do negócio.

Além disso, a Vale diz que continua em discussão com investidores para firmar um acordo estratégico para investimentos em seu negócio de metais para transição energética. Assim, a mineradora reitera que as negociações estão em andamento, mas não foram concluídas.

Por fim, a Vale explica que não houve ainda uma decisão definitiva sobre os termos finais do possível acordo, inclusive dos valores envolvidos, nem a aprovação interna.

Produção total da Petrobras (PETR4) tem queda anual de 0,6% no 2º trimestre

Petrobras (PETR4) divulgou um relatório sobre sua produção e vendas no segundo trimestre de 2023 (2T23). Nesse período, a produção média de óleo, LGN e gás natural foi de 2,64 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), 1,5% abaixo do 1T23 e 0,6% inferior ao 2T22.

A Petrobras diz que essa baixa teve como razão principal o maior volume de perdas por paradas e manutenções, assim como pelo declínio natural de campos maduros e de vendas.

Porém, esses efeitos teriam sido parcialmente compensados pelo “ramp-up da P-71, no campo de Itapu, e pelo início de produção dos FPSOs Almirante Barroso, no campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos e Anna Nery, no campo de Marlim, além de novos poços de projetos complementares, na Bacia de Campos”.

Já a produção da Petrobras no pré-sal teve um novo recorde de 2,06 MMboed no trimestre, o que corresponde a 78% da produção total da companhia.

Cotação do Ibovespa nesta quarta (26)

O Ibovespa terminou o pregão desta quarta (26) em alta de 0,45%, aos 122.560 pontos.

https://files.sunoresearch.com.br/n/uploads/2023/07/Image_20230704_105729_406.png

Read Entire Article