IPC-S sobe 0,46% na primeira quadrissemana do mês, diz FGV

1 year ago 60

O Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) da primeira quadrissemana de janeiro de 2023 subiu 0,46% e acumula alta de 4,26% nos últimos 12 meses, informou nesta segunda-feira (9) a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Segundo a FGV, seis das oito classes de despesa componentes do índice tiveram acréscimo em suas taxas de variação na quadrissemana. A maior contribuição para o resultado do IPC-S veio do grupo Educação, Leitura e Recreação cuja taxa de variação passou de -0,07%, na quarta quadrissemana de dezembro de 2022 para +0,80% na primeira quadrissemana de janeiro de 2023.

Nesta classe de despesa, o item cursos formais se destacou, com preço variando 1,73%, ante estabilidade de 0,00% na edição anterior do IPC-S.

Também tiveram alta em suas taxas de variação os grupos Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,55% para 0,67%), Transportes (de -0,07% para 0,04%), Alimentação (de 0,73% para 0,78%), Despesas Diversas (de 0,03% para 0,08%) e Vestuário (de 0,87% para 0,91%).

Nestas classes de despesa, os comportamento mais destacados foram nos preços dos itens artigos de higiene e cuidado pessoal (de 0,32% para 0,64%), gasolina (de -1,21% para -0,79%), frutas (de -1,04% para 0,59%), conserto de bicicleta (de 0,19% para 0,71%) e roupas masculinas (de 1,21% para 1,71%).

Em contrapartida, os grupos Habitação (variação de 0,31% na quadrissemana anterior para 0,19% na atual) e Comunicação (de 0,74% para 0,71%) apresentaram recuo em suas taxas de variação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nestas classes de despesa, os maiores destaques foram para as retrações dos itens tarifa de eletricidade residencial (de 0,43% para -0,13%) e mensalidade para TV por assinatura (de 1,40% para 1,16%).

Read Entire Article