Lula cancela agendas de 4ª e 5ª para fazer novo tratamento no quadril

10 months ago 56

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva cancelou as agendas desta quarta (26) e também da quinta-feira (27) para fazer uma nova infiltração no quadril para tratar uma artrose que o tem incomodado.

O procedimento será realizado no final da manhã no hospital Sírio-Libanês em Brasília, e o presidente passará os próximos dois dias despachando do Palácio da Alvorada, para poupar o quadril.

Nesta quarta, Lula tinha previsto um evento sobre educação, que foi adiado. A visita do presidente eleito do Paraguai, Santiago Peña, marcada para quinta, será agora na sexta-feira, ainda no Alvorada.

Essa será a segunda infiltração que Lula fará esta semana. No domingo, antes de evento no sindicato dos metalúrgicos em São Bernardo do Campo (SP), já havia feito uma. Na terça-feira, durante o programa semanal Conversa com o Presidente, ele disse que tem sentido muita dor e fará uma cirurgia em outubro.

“O que me sobra de tempo é outubro. Tenho que calcular bem para que, no meio de outubro … eu fazer a cirurgia, uma cirurgia razoavelmente rápida. E depois vai depender da minha disciplina de recuperação. É uma tranquilidade do ponto de vista científico, e eu vou fazer, porque não quero ficar com dor”, disse o presidente, revelando que tem ficado de mau humor por causa do incômodo.

Lula tem uma artrose na cabeça do fêmur, que é um desgaste na cartilagem que reveste a articulação entre o osso da perna e o quadril, e acontece normalmente com a idade. A infiltração que Lula irá fazer é uma injeção no local feita com analgésicos e corticóides para controlar a dor, mas apenas uma cirurgia pode ajudar a resolver o problema.

Nos meses de agosto e setembro Lula emenda uma sequência de viagens que começam no dia 9 de agosto com a cúpula da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), em Belém, e encerra no final de outubro com a Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York, mas passa ainda pela reunião do G20 na Índia e a Cúpula dos Brics, na África do Sul.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Read Entire Article