Mercado Bitcoin vai distribuir mais de R$ 1,6 milhão para holders do token do Santos

1 month ago 61
Criar conta na Binace

A exchange Mercado Bitcoin anunciou que vai distribuir mais de R$ 1,6 milhão para holders do token do Santos Futebol Clube, o Token da Vila. O valor corresponde à primeira de quatro parcelas de rendimentos da transação envolvendo o atacante Yuri Alberto, vendido pelo Internacional para o Zenit, da Rússia.

O Token da Vila é um ativo baseado no Mecanismo de Solidariedade, que prevê o pagamento de uma parcela de qualquer transação onerosa - seja ela definitiva ou por empréstimo – ao Santos FC, clube formador do atleta negociado. Por ter sido formado na base do Santos FC, o Zenit teve de indenizar uma porcentagem do valor da transação ao clube.

A venda do atleta foi realizada em janeiro deste ano, mas o pagamento só se concretizou agora e será realizado em quatro parcelas.

“Este é o primeiro pagamento realizado através da tokenização do mecanismo de solidariedade, feito pelo MB Digital Assets e o Santos FC. Com as perspectivas de movimentações dos atletas que compõem a cesta, os detentores do Token da Vila têm possibilidade de novos ganhos”, explica Vitor Delduque, Diretor de Novos Negócios da MB Digital Assets.

A cesta de 12 jogadores do Token da Vila é composta por: Alan Patrick (Internacional, Brasil); Alex Sandro (Juventus de Turim, Itália); Caio Henrique (Monaco, França); Emerson Palmieri, (Olympique Lyon, França); Gabriel Barbosa (Flamengo, Brasil); Gustavo Henrique, (Flamengo, Brasil); Jean Lucas (Monaco, França); Kaio Jorge (Juventus, Itália); Lucas Veríssimo (Benfica, Portugal); Neymar Jr. (Paris Saint-Germain, França); Rodrygo Goes (Real Madrid, Espanha) e Yuri Alberto (Zenit, Rússia).

Holders do token do Vasco já receberam 3 vezes

Embora esta seja a primeira vez que os holder do token do Santos vão receber rendimentos por possuir o criptoativo, no caso dos holders do token do Vasco, o MB já realizou três rodadas de pagamentos.

O primeiro pagamento aconteceu em abril do ano passado no qual os holders receberão cerca de 1,63% correspondente à transação envolvendo Philippe Coutinho, ainda em 2018, quando o jogador deixou o Liverpool e assinou contrato com o Barcelona. Na ocasião, uma cláusula previa o pagamento de bônus ao Liverpool caso o atleta atingisse alguns indicadores de performance.

O segundo pagamento aconteceu em novembro do passado e envolveu a transferência do jogador Marrony da Silva Liberato Silveira (Marrony). Marrony na época atuava no Atlético Mineiro e foi vendido para o Midtjylland da Dinamarca.

Pelo jogador o Midtjylland propôs pagar 3 milhões de euros no ato da transferência (R$18,3 milhões) e 1,5 milhão de euros (R$9,15 milhões) em junho de 2023, totalizando 4,5 milhões de euros (R$27,5 milhões).

O total de recursos distribuídos na cesta do Vasco Token foi de R$ 504.195,35, referente aos 2,58% do valor da transferência que o Vasco da Gama possui de mecanismo de solidariedade pelo trabalho de formação deste jogador. Como a emissão total da cesta é de 500 mil tokens, cada unidade do token receberá o rendimento de R$1,008391 por essa transação.

Já o terceiro pagamento aconteceu também em novembro de 2021 e foi corresponde à transação envolvendo Allan Loureiro, meia que atua no Everton Football Club, time da Premier League.

No caso de Loureiro, em 2020, quando o jogador assinou contrato com o clube inglês, uma cláusula previa o pagamento de bônus caso o atleta atingisse alguns indicadores de performance. Com isso, o Everton teve que repassar uma porcentagem do valor do bônus aos times que ajudaram a formá-lo.

O total de recursos distribuídos proporcionalmente aos detentores de tokens foi superior a R$ 158 mil, sendo pago R$ 0,317548 por token.

LEIA MAIS

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!

Artigo Completo Aqui