Participação de baleias no fluxo de entrada de Bitcoin nas exchanges atinge a máxima de 1 ano, mais de 40%

10 months ago 58

A compra e venda de Bitcoin (BTC) por baleias em 2023 é principalmente realizada por investidores especulativos, revelam novos dados.

Na última edição de seu boletim semanal, "The Week On-Chain", a empresa de análise Glassnode mostra que, ao contrário do que se pensava, as entidades oportunísticas são as baleias mais ativas.

O nascimento da baleia "detentora de curto prazo" do Bitcoin

Desde que a ação do preço do BTC retornou a US$ 30.000, uma mudança ocorreu entre os negociadores de Bitcoin.

Como a Glassnode mostra, os chamados detentores de curto prazo (STHs) - investidores que mantêm as moedas por no máximo 155 dias - se tornaram significativamente mais comuns.

Como se constatou, o maior grupo de investidores em volume, as baleias, também é composto por um grande número de STHs.

"A Dominância de Detentores de Curto Prazo nas Entradas das Exchanges explodiu para 82%, o que agora está drasticamente acima da faixa de longo prazo dos últimos cinco anos (normalmente de 55% a 65%)," afirma a Glassnode.

"A partir disso, podemos estabelecer um argumento de que grande parte da atividade de negociação recente é impulsionada por baleias ativas no mercado de 2023 (e, portanto, classificadas como STHs)."

Dominância dos detentores de Bitcoin de curto prazo sobre os fluxos de câmbio (captura de tela). Fonte: Glassnode

O interesse em negociar movimentos de curto prazo em BTC/USD já era evidente antes de maio. Desde o colapso da FTX no final de 2022, os especuladores estão cada vez mais ansiosos para aproveitar a volatilidade tanto para cima quanto para baixo.

Os resultados têm sido mistos: os lucros e perdas realizados aumentaram rotineiramente em linha com os movimentos voláteis de preços.

"Se olharmos para o grau de Lucro/Perda realizado pelo volume de Detentores de Curto Prazo fluindo para as exchanges, fica evidente que esses novos investidores estão negociando as condições locais do mercado," continua a Glassnode.

"Cada rali e correção desde o colapso da FTX resultou em um aumento de 10.000 BTC em lucro ou perda para os STHs, respectivamente."

Perda de lucro do detentor de Bitcoin a curto prazo para as exchanges (captura de tela). Fonte: Glassnode

Baleias mostram “viés de fluxo elevado” para exchanges

Mais próximo do presente, as baleias aumentaram a atividade nas exchanges, representando, em um ponto de julho, 41% do total de entradas.

Influxos de baleias para exchanges de Bitcoin (captura de tela). Fonte: Glassnode

"A análise do Fluxo Líquido das Baleias para as Exchanges pode ser usada como um proxy para sua influência no equilíbrio entre oferta e demanda," comenta "The Week On-Chain" sobre o assunto.

"O Fluxo Líquido das Baleias para as exchanges tem oscilado entre ±5.000 BTC/dia nos últimos cinco anos. No entanto, ao longo de junho e julho deste ano, as entradas de baleias têm mantido um viés de entrada elevado entre 4.000 a 6.500 BTC/dia."

Baleias de Bitcoin e volumes de fluxo líquido de exchanges (captura de tela). Fonte: Glassnode

Conforme relatado pelo Cointelegraph, as baleias não são as únicas forças em ação quando se trata de vendas de BTC.

O pool de mineração Poolin chamou a atenção com suas transações destinadas à Binance, enquanto os mineradores que potencialmente estão protegendo os lucros também contribuíram para a atividade de venda.

Esta matéria não contém conselhos ou recomendações de investimento. Cada movimento de investimento e negociação envolve riscos, e os leitores devem conduzir suas próprias pesquisas ao tomar uma decisão.

VEJA MAIS:

Read Entire Article