Payroll vem acima das projeções e puxa bolsas dos EUA

1 year ago 67
Internacional

Foram 223 mil empregos criados em dezembro de 2022 nos Estados Unidos, conforme dados do Payroll, relatório de emprego publicado nesta sexta-feira (6) pela Secretaria de Estatísticas Trabalhistas do país.

O dado do Payroll veio acima do esperado, já que o consenso de mercado esperava uma alta de 200 mil vagas de emprego em dezembro.

Já os dados do Relatório de Emprego privado (diferente do anterior, que representa todas as vagas não-agrícolas) mostrou 220 mil vagas de emprego criadas, ante 180 mil de expectativa do consenso de mercado.

Com esses dados, as bolsas de valores americanas engataram alta após negociações que mostravam estabilidade antes da divulgação do indicador.

O S&P e o Dow Jones sobem 0,9% nas negociações pré-mercado, ao passo que a Nasdaq avança 0,7%.

O DXY Index, um índice que mensura a força do dólar ante uma cesta de moedas, sobe 0,04%.

Além do Payroll, desemprego fica menor do que o esperado

Ainda nesta sexta (6) a Secretaria de Estatísticas Trabalhistas divulgou que a taxa de desemprego dos EUA recuou para 3,5% em dezembro ao, ante 3,6% em novembro, que foi revisada de 3,7% originalmente. O consenso do mercado era de taxa de 3,7% no mês passado.

Nesta divulgação, o Departamento do Trabalho também revisou para baixo os números de criação de postos de trabalho de novembro, de 263 mil para 256 mil.

Para outubro, a revisão foi de 284 mil para 263 mil.

Ainda segundo os dados da Secretaria de Estatísticas Trabalhistas, o salário médio por hora nos EUA subiu 0,27% em dezembro ante novembro, com um aumento de US$ 0,09 para atuais US$ 32,82.

Esse indicador – diferentemente do Payroll e da Taxa de desemprego – veio pior do que as projeções, que eram de 0,4% de aumento. No comparativo com igual período no ano anterior, a variação foi de 4,59% no último mês, ante projeções de 5%.

Read Entire Article