PMI composto da Zona do Euro vai a 49,3 em dezembro e supera projeções

1 year ago 70

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) composto da Zona do Euro subiu de 47,8 em novembro para 49,3 em dezembro, informou nesta quarta-feira o S&P Global. O indicador, que agrega serviços e indústria, mostrou recuperação, mas permaneceu abaixo da linha 50,0 – que separa a contração da expansão – pelo sexto mês seguido. O dado veio acima do consenso Refinitiv, que apontava para 49,1.

O PMI específico de serviços no mês foi a 49,8, ante 48,5 em novembro e atingiu o patamar mais alto em quatro meses.

Segundo a S&P Global, a atividade empresarial do setor privado encolheu apenas marginalmente e no ritmo mais suave desde julho passado. O alívio da pressão sobre a economia da área do euro veio de nova redução acentuada da inflação, levando a uma queda mais lenta nas carteiras de pedidos e um aumento na confiança empresarial.

“O sentimento geral dos negócios permaneceu historicamente moderado, refletindo as preocupações das empresas em relação às perspectivas do mercado de energia, inflação alta e o risco crescente de recessão”, comentou a S&P Global.

Entre os principais países da Zona do Euro que já divulgaram seus dados do PMI compostos, a Espanha (49,9) está no patamar mais alto em quatro meses, assim como a Itália (49,6). A marca de 49,1 na França representou o ponto mais alto em dois meses e os 49,0 na Alemanha são o maior nível em seis meses.

Descubra por que a queda da Bolsa representa uma rara oportunidade e veja 6 ações incrivelmente baratas para comprar hoje

Read Entire Article