PMI da indústria calculado pelo ISM interrompe sequência e cai para 48,4 dezembro

1 year ago 63

A índice de gerentes de compras (PMI, na siga em inglês) da indústria calculado pelo Institute for Supply Management (ISM) caiu de 49,0 em novembro para 48,4 em dezembro, na primeira contração do indicador em 30 meses. O dado veio um pouco abaixo do consenso Refinitiv, que previa índice de 48,5.

Segundo a pesquisa com os executivos de suprimentos divulgada nesta quarta-feira (4), o PMI do último mês de 2022 foi o mais baixo registrado desde maio de 2020, quando chegou a 43,5.

O Índice de Novos Pedidos permaneceu em território de contração em 45,2, 2 pontos porcentuais abaixo dos 47,2 registrados em novembro, enquanto a leitura do Índice de Produção, de 48,5, representou uma queda de 3 pontos em comparação com os 51,5 de novembro.

O Índice de Preços, por sua vez, caiu 3,6 pontos, para 39,4, também na leitura mais baixa do índice desde abril de 2020 (35,3%). O Índice de Pedidos em Atraso registrou 41,4, crescendo 1,4 pontos percentuais sobre novembro.

E o Índice de Emprego voltou ao território de expansão, para 51,4, uma alta de 3 pontos percentuais) após a contração em novembro (48,4).

“Gerenciar o número de funcionários e os estoques totais da cadeia de suprimentos continuam sendo os principais objetivos no fechamento do ano do setor. Mais atenção será dada à demanda à medida que entrarmos no primeiro trimestre para reforçar as carteiras de pedidos para os próximos seis a 12 meses”, comentou Timothy Fiore, presidente do comitê de pesquisa de negócios de manufatura do ISM.

Descubra por que a queda da Bolsa representa uma rara oportunidade e veja 6 ações incrivelmente baratas para comprar hoje

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Read Entire Article