Problemas de Sam Bankman-Fried com a Alameda Research são anteriores à FTX, diz reportagem

1 year ago 70

SBF alegou que as operações da FTX e da Alameda eram independentes, mas o processo judicial revelou que ambas as empresas trabalharam em associação desde o início.

Problemas de Sam Bankman-Fried com a Alameda Research são anteriores à FTX, diz reportagem

Novas reportagens sobre Sam Bankman-Fried e sua exchange falida revelaram que a Alameda Research, a também falida empresa de trading de criptomoedas, quase entrou em colapso em 2018, antes mesmo de a FTX entrar em cena.

Uma reportagem publicada no The Wall Street Journal citando ex-funcionários da empresa revelou que a Alameda sofreu perdas pesadas com seu algoritmo de negociação. O algoritmo foi projetado para fazer um grande número de negociações automatizadas e rápidas. No entanto, a empresa estava perdendo dinheiro com apostas na direção errada sobre os movimentos dos preços no mercado.

Em 2018, a Alameda perdeu quase dois terços de seus ativos devido à queda do preço do token XRP (XRP) e chegou a estar por um fio. No entanto, Bankman-Fried supostamente conseguiu resgatar a empresa levantando fundos junto a credores e investidores com a promessa de retornos de até 20% sobre seus investimentos.

De acordo com o relatório, em janeiro de 2019, a Alameda patrocinou a conferência inaugural da Binance Blockchain Week, e SBF usou o evento para entrar em contato com investidores para obter financiamento para sua empresa em apuros.

Mais tarde, em abril de 2019, a FTX foi lançado com a promessa de oferecer um refúgio seguro para investidores institucionais. Após o lançamento da FTX, Bankman Fried usou a Alameda para alimentar o crescimento da exchange, já que a empresa de trading se tornou a principal formadora de mercado da bolsa. Estava sempre aberta para operações de compra e venda. Pessoas familiarizadas com as táticas da Alameda afirmam que a bolsa ocasionalmente tomava prejuízos em determinadas negociações para atrair clientes.

Embora Bankman Fried tenha afirmado anteriormente que a Alameda e a FTX sempre operaram de forma independente, o recente processo da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) sugere o contrário.

O processo revelou que Bankman Fried instruiu os desenvolvedores da FTX a criar um código para obter vantagens injustas para a sua empresa irmã. O código permitia que a Alameda mantivesse um saldo negativo na FTX, independentemente do valor das garantias depositadas na bolsa. Bankman-Fried também garantiu que o colateral da Alameda não fosse vendido imediatamente se seu valor caísse abaixo de um limite específico.

A reportagem recente estabeleceu que a Alameda era um navio afundando desde seus primeiros dias. No entanto, Bankman Fried não apenas a resgatou em 2018 com fundos emprestados, mas depois a usou para criar e alimentar o crescimentoa da agora falida exchange de criptomoedas FTX .

LEIA MAIS

Read Entire Article