Proof of Keys, o termo que você precisa conhecer para entrar em 2023

1 year ago 89

O Proof of Keys é um evento criado para celebrar a criação do Bitcoin, onde os entusiastas retiram seus fundos de serviços centralizados.

O evento ocorre todos os anos em 3 de janeiro, em referência à data de mineração do bloco zero da rede Bitcoin. A importância da auto-custódia de criptomoedas é cada vez maior, como visto no ano de 2022, onde diversos serviços centralizados entraram em falência, deixando os depositantes sem saber quando ou se receberiam seus fundos.

Deste modo, é importante que os investidores de Bitcoin se protejam dos riscos de custódia.

Como participar do evento

Antes de mais nada, lembre-se que você não precisa estar desesperado com a chegada do dia 3 de janeiro. Trata-se de um evento desenhado para funcionar como uma fuga dos bancos em massa, mas não é necessariamente um movimento anti-corretoras.

Algumas pessoas optam por evitar os serviços centralizados completamente, mantendo a soberania 100% do tempo, o que é excelente. Porém, esse não é o caso para a grande maioria dos usuários de bitcoin e outras criptomoedas. Traders, por exemplo, precisam usar os livros de ofertas das corretoras para operar. O que fazer, então?

Mesmo que você seja um trader, isso não impede que você participasse da iniciativa Proof of Keys day, desde que você possa fazer um saque hoje e depositar novamente alguns dias depois. Participar do evento é interessante pela questão dos princípios e segurança. E caso a exchange que você utiliza não honre os saques neste dia, você se sentiria seguro?

Para participar do evento basta seguir alguns passos simples:

  • Criar uma carteira não custodial.
  • Sacar todas as suas moedas de todos os serviços centralizados que você usa (atente-se à rede, caso invista em diversas criptomoedas).
  • Se a empresa lidar bem com o proof of keys e você ainda precisar usar seu serviço, deposite novamente alguns dias depois.

Lembre-se, porém, que não quebrar no dia 3 de janeiro não garante que o serviço seja completamente segura. Pode ser que simplesmente não haja adoção suficiente durante o evento para comprovar alguma eventual falha financeira no serviço.

Outro fator interessante é que, apesar de ser celebrado no dia 3, desde a criação do bloco 0 em 2009, uma corrida bancária prejudica os “últimos da fila”. Por fim, é sempre importante estar atento a situação atual da corretora.

Aviso: O texto apresentado nesta coluna não reflete necessariamente a opinião do CriptoFácil.

Leia também: Fórum Econômico Mundial descreve o futuro das criptomoedas em 2023 

Leia também: Bitcoin começa 2023 buscando quebrar resistência chave, diz analista

Leia também: Lido DAO torna-se maior protocolo DeFi em valor alocado e LDO sobe 16%

Read Entire Article