Sam Backman-Fried se declara inocente de fraude e crimes financeiros

1 year ago 110

O fundador da FTX, Sam Bankman-Fried, se declarou inocente de uma série de crimes financeiros na terça-feira, comparecendo a um tribunal federal em Nova York como parte de sua acusação.

SBF enfrenta oito acusações criminais, que incluem fraude eletrônica e lavagem de dinheiro. Ele também é acusado de violar a lei de financiamento de campanha, supostamente fazendo contribuições ilícitas com fundos desviados de clientes no valor de dezenas de milhões de dólares.

A onda de saques de clientes criou uma crise de liquidez que forçou a empresa a admitir que não possuía reservas de ativos de clientes de um para um, fazendo com que a bolsa desativasse os saques antes de declarar falência.

O Gabinete do Procurador dos EUA para o Distrito Sul de Nova York acusou o Bankman-Fried de um esquema que envolvia apropriação indevida de fundos de clientes, além de enganar investidores e credores. 

Bankman-Fried se declarou inocente em todas as oito acusações contra ele. A data do julgamento foi marcada para 2 de outubro deste ano.

Bankman-Fried deixou o cargo de CEO da FTX quando a empresa entrou com pedido de falência e enfrenta uma sentença máxima de mais de 100 anos em prisão federal se for considerado culpado das acusações feitas contra ele.

Enquanto isso, os promotores federais foram atrás de outros associados à FTX e à Alameda Research, uma empresa comercial de propriedade do Bankman-Fried que supostamente recebeu bilhões de dólares em fundos de clientes para alimentar seus negócios.

O co-fundador da FTX, Gary Wang, e Caroline Ellison, ex-CEO da Alameda Research, se declararam culpados de crimes financeiros associados à FTX e estão cooperando com as investigações sobre o Bankman-Fried e a extinta exchange.

Bankman-Fried foi preso nas Bahamas há pouco mais de duas semanas e foi extraditado para os EUA depois de passar vários dias no centro correcional Fox Hill localizado em Nassau, uma instalação conhecida por suas duras condições.

Depois de retornar aos Estados Unidos, Bankman-Fried foi libertado da custódia como parte de um contrato de fiança de US$ 250 milhões, no qual a casa de seus pais em Palo Alto, Califórnia, foi dada como garantia, local onde ele está atualmente em prisão domiciliar.

Recentemente, Bankman-Fried voltou ao Twitter, postando pela primeira vez desde que foi preso. 

O fundador da FTX quebrou o silêncio na sexta-feira para negar que estava envolvido na transferência de fundos vinculados à Alameda, que ocorreu dias após sua libertação.

Read Entire Article