Termos importantes que você deve saber antes de começar em cripto

1 year ago 539

Começar no mercado de criptomoedas pode ser um desafio no primeiro momento. Muitas palavras difíceis de entender, gírias complicadas, muita informação chegando rapidamente e mudando tão rápido quanto. Fora tudo isso ainda temos um mercado volátil e algumas centenas de projetos para se estudar.

Mesmo parecendo ser algo impossível, pode ser mais simples do que parece. Para isso, o CriptoFacil separou alguns termos que você precisa conhecer.

Dicionário do mercado de criptomoedas

Blockchain

As blockchains são bancos de dados infinitos, utilizados como fonte segura e transparente de armazenamento de dados públicos. Esses dados são identificados por números ou endereços e podem representar desde criptomoedas, até documentos sigilosos.

O sistema é descentralizado, ou seja, não requer um servidor central.

Contratos Inteligentes

Um contrato inteligente é um programa de computador baseado em um blockchain. Dessa forma, aumentando a transparência e a confiança, uma vez que a transação é imutável (não pode ser interrogada ou alterada) e nenhum intermediário é necessário para concluí-la.

Aplicativos descentralizados

Aplicativos descentralizados (dApps) são como qualquer outro site ou aplicativo que você usa, exceto pelo fato de serem criados e executados em uma rede descentralizada, como o blockchain Ethereum.

As plataformas realizadas são contratos em contratos inteligentes. Dessa forma, funciona porque uma rede não requer um terceiro ou para funcionar.

DAO

DAO (Organização Autônoma Descentralizada) é um tipo de organização que opera em blockchain usando contratos inteligentes.

Todos os detentores de tokens de governança no DAO podem votar e participar de decisões importantes.

Se uma proposta atingir um nível predeterminado de consenso (como um certo número de votos), ela é aceita e executada conforme as regras do contrato inteligente.

Token de governança

Os tokens de governança são tokens que atuam como um sistema democrático de tomada de decisão coletiva no DAO.

Os tokens de governança permitem que seus detentores tomem decisões importantes que afetam o futuro do projeto.

Token utilitário

Um token de utilidade é uma criptomoeda que fornece acesso a um aplicativo ou serviço descentralizado.

É importante notar que estes não são títulos financeiros, embora às vezes sejam especulados como tal. Em vez disso, os tokens são usados na economia interna de um projeto específico. Por exemplo, o token $APE associado ao projeto BAYC NFT.

NFT

NFTs são tokens digitais que estão na blockchain, cada NFT tem identidade e metadados próprios.

Dessa forma, os NFTs únicos e não intercambiáveis ​​no sentido de que são “não fungíveis”. Os dados contidos no NFT podem estar associados a arquivos digitais como fotografias, poemas, álbuns, vídeos e avatares.

Gás fee

Uma taxa de gás é o pagamento que os indivíduos fazem para concluir uma transação em um blockchain.

Essas taxas são colocadas para compensar os mineradores de blockchain pelo poder de computação que devem usar para verificar as transações de blockchain e são geralmente pagas na criptomoeda nativa do blockchain. Dessa forma, o preço varia conforme o congestionamento da rede.

Além disso, consequentemente, quanto mais pessoas utilizarem a rede, maior será o preço do gás.

AirDrop

Airdrop é o processo de distribuição de NFT ou moedas diretamente na carteira do usuário, geralmente é gratuito. Além disso, existem diferentes tipos de airdrops.

Por exemplo, os indivíduos podem receber um airdrop quando compartilham uma postagem nas mídias sociais ou se inscrever em um sorteio. Sendo assim, airdrops são uma ótima maneira de projetos de blockchain atrair novos usuários ou compensar usuários existentes por seu apoio.

Hot wallet

Hot wallet é uma carteira digital armazenada online. Ele está conectado ao blockchain, permitindo armazenar, enviar e receber tokens.

É acessível de qualquer dispositivo, em qualquer lugar do mundo, desde que você tenha uma conexão com a internet e suas chaves privadas. sendo assim, por estarem conectados à internet, são menos seguros e vulneráveis ​​a hackers. MetaMask é um exemplo de carteira quente.

Cold wallet

Cold wallets são um tipo mais seguro de carteira digital e ficam offline. Exemplos de carteiras frios são carteiras de hardware. Carteiras de hardware são dispositivos físicos, muitos dos quais se parecem com drives USB.

As principais marcas incluem Ledger e Trezor. Dessa forma, uma carteira de papel é simplesmente um pedaço de papel com suas chaves públicas e privadas impressas nele. Claro, é fácil perder ou destroçar papel. Dessa forma, carteiras de hardware são vistas como a maneira mais segura de armazenar tokens.

Staking

Por fim, o staking de criptomoedas é o processo de bloquear uma criptomoeda de prova de participação em uma carteira ou troca durante um período definido em troca de recompensas de juros.

Leia também: Fraude: criador da coleção NFT Mutant Ape Planet é preso nos Estados Unidos

Leia também: Risco FTX: casa de análise reduz nota de risco e preço-alvo de ações da Coinbase

Leia também: Criptomoeda NEAR registra alta de 20% nas últimas semanas: o que esperar?

Read Entire Article