Tesouro Direto: juros de prefixados intensificam alta e chegam a 13,30%; mercado repercute medidas tomadas nos primeiros dias de governo

1 year ago 95

Fatores internos e externos mexem com o mercado nesta quarta-feira (4). No Brasil, investidores aguardam o Índice de Preços ao Produtor (IPP) e pelo Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) de serviços no Brasil, enquanto monitoram o noticiário político.

Os olhos do mercado estão voltados para as falas de ministros do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O ministro da Previdência, Carlos Lupi, afirmou ontem (3) que o governo precisa discutir o que chamou de “antirreforma da Previdência”, em referência às mudanças realizadas em 2019 durante o governo de Jair Bolsonaro (PL). A declaração gerou mal-estar entre os agentes financeiros no pregão da véspera.

Outro destaque desta quarta-feira é que duas das principais figuras do novo governo assumem seus ministérios. O vice-presidente da República, Geraldo Alckmin (PSB), estará à frente da pasta do Desenvolvimento, Indústria Comércio e Serviços; Marina Silva (Rede) chefiará a pasta do Meio Ambiente.

“De acordo com a forma com que o governo vem falando e agindo, o mercado ficou muito ruim: juros e câmbio para cima e bolsa pra baixo. Um dos motivos é que parece que os ministérios não vão ter autonomia. A decisão do presidente Lula vai imperar”, diz Thiago Calestine, economista e sócio da DOM Investimentos.

O especialista lembra que Fernando Haddad (PT), ministro da Fazenda, queria interromper a desoneração dos combustíveis para aumentar a arrecadação. Já Lula tinha outra opinião sobre o tema. “Tem ainda a declaração de Carlos Luppi sobre a reforma da Previdência. Esse é um comportamento extremamente retrógrado. Estamos jogando no lixo todo o esforço feito pra manter a previdência superavitária e tornar o sistema mais justo”, diz Calestine.

Por enquanto, diz ele, estamos com as contas em dia. “O problema é que o mercado olha mais para frente e desconta as futuras ações que o governo pode tomar”.

Os mercados mundiais aguardam a publicação da ata da última reunião do Comitê de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), além de outros indicadores da atividade econômica americana. Investidores buscam mais informações sobre o ritmo de aperto monetário da instituição e sobre o “estado de saúde” da maior economia do mundo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Às 9h34, o mercado de títulos públicos opera com alta nas taxas. Nesse horário, os prefixados continuavam com retorno acima dos 13% ao ano. O destaque era o Prefixado 2029, com juros de 13,30%, acima dos 13,23% vistos nesta terça-feira (3).

Já a maior taxa real oferecida pelos papéis atrelados à inflação era a do Tesouro IPCA+ 2026, no valor de  6,46% ao ano, superior aos 6,37% registrados na véspera.

Confira os preços e as taxas dos títulos públicos disponíveis para a compra no Tesouro Direto na manhã desta quarta-feira (4): 

Tesouro DiretoFonte: Tesouro Direto

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Haddad e novo presidente na Petrobras

Em reunião fechada do ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), com secretários na última terça-feira (4), foi apresentado um cenário com ajuste potencial de R$ 223,08 bilhões nas contas deste ano.

Os números fazem parte de apresentação exibida na primeira reunião do ministro com seus secretários após a posse. Foto que mostra os números foi publicada pela pasta, mas depois foi apagada.

Esse ajuste potencial, segundo a apresentação, é composto por R$ 87,53 bilhões de receitas extraordinárias, R$ 72,55 bilhões em reoneração de tributos e R$ 40 bilhões em redução de despesas.

Entre as receitas extras citadas estão um incentivo extraordinário à redução de litígio no Carf (Conselho de Administração de Recursos Fiscais), com ganho estimado de R$ 53,77 bilhões, e um “incentivo à denúncia espontânea”, com R$ 33,77 bilhões. A apresentação não detalha as medidas.

Também na cena política, o presidente da Petrobras (PETR3;PETR4), Caio Paes de Andrade, comunicou ao conselho da estatal seu pedido de renúncia para ocupar uma secretaria no governo de São Paulo, informou a estatal nesta quarta-feira (4), após notícias de agências e jornais sobre a renúncia. A estatal aprovou o encerramento antecipado do mandato de Paes de Andrade como presidente da estatal, com efeitos a partir de hoje.

Com isso, o presidente do Conselho nomeou diretor João Rittershaussen como presidente interino da empresa. O interino fica no cargo até que o Conselho de Administração ou uma AGE aprove o nome do senador Jean Prates (PT-RN), indicado por Lula para a presidência da estatal

O Ministério de Minas e Energia (MME) havia informado na terça-feira ao conselho da Petrobras que Prates é o indicado para exercer o cargo de presidente e membro do colegiado da empresa, disse a pasta em nota.

A indicação oficial será formalizada após os trâmites na Casa Civil da Presidência da República, acrescentou o ministério.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo uma das fontes, os trâmites na Casa Civil já poderão ser concluídos em cerca de um dia.

Estados Unidos

Na cena externa, investidores aguardam a divulgação da ata do Fed, em busca de sinalizações do rumo da política monetária no país.

No último encontro, do último dia 14 de dezembro, a autoridade monetária americana elevou os juros básicos da economia dos EUA em 50 pontos-base (0,50 ponto percentual), reduzindo o ritmo de aperto monetário.

O relatório de empregos de dezembro (payroll) previsto para sexta-feira (6) também será observado de perto, pois é a última leitura no mercado de trabalho antes da reunião do Fed em 1º fevereiro.

Read Entire Article