Tesouro Direto: taxas abrem em alta na 1ª sessão de 2022; discurso de Lula reforça temor de risco fiscal

1 year ago 106

No primeiro dia útil do ano, as atenções do mercado se voltam para as medidas que dão início, efetivamente, ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que tomou posse neste domingo (1). Como os mercados de Nova York, da maior parte da Ásia e do Reino Unido ainda estão em recesso de Ano Novo (o feriado que caiu no domingo foi transferido para hoje), o temor causado pela percepção de risco fiscal pauta a agenda dos investidores nesta segunda-feira (2).

Os discursos de Lula durante a solenidade de posse – em especial o proferido no Congresso Nacional, que deu um forte peso ao retorno do Estado como indutor do desenvolvimento econômico – têm grande impacto hoje no Tesouro Direto.

Lula prometeu, por exemplo, reformar a legislação trabalhista e chamou o teto de gastos de “estupidez”, afirmando que ele será revogado. Não houve menção a um novo arcabouço fiscal.

Também no dia 1° de janeiro foram assinados os primeiros decretos presidenciais, sendo os mais importantes, do ponto de vista macroeconômico, o da esperada manutenção do pagamento de R$ 600 para as famílias mais pobres e o da prorrogação por 60 dias da desoneração sobre os combustíveis.

Este último anúncio terá um impacto na arrecadação federal e contraria uma defesa feita pelo novo ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que tomou posse nesta segunda.

“O presidente Lula falou sobre ter um estado grande; sobre ter uma participação relevante do Estado na economia. E uma das notícias que está sendo monitorada é com relação aos impostos, sobre prorrogação por 60 dias da desoneração sobre os combustíveis. Isso foi muito mal recebido pelo mercado. A isenção dos impostos era para acabar no último dia de 2023, mas ela foi então prorrogada por mais dois meses”, diz Bruno Komura,  analista da Ouro Preto Investimentos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além disso, analistas do mercado financeiro continuam a elevar a perspectiva para a inflação de 2023, 2024 e 2025 e a reduzir a expectativa de queda dos juros neste ano, segundo estimativas divulgadas nesta segunda-feira no Relatório Focus, do Banco Central.

As mais de 100 instituições financeiras consultadas semanalmente pelo BC também passaram a estimar um Produto Interno Bruto (PIB) levemente superior neste ano, mas inferior em 2025. Para o dólar, a perspectiva ficou estável nos três próximos anos.

A expectativa para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu para 2023 (de 5,23% para 5,31%), 2024 (de 3,60% para 3,65%) e 2025 (de 3,20% para 3,25%)

Com isso, o Ibovespa Futuro abriu com queda de 1,3%, aos 109,5 pontos. Já o dólar comercial avançava 1,2%, a R$ 5,34 e futuro mais 0,9% a R$ 5,36 nesta manhã.

Às 10h38, o mercado de títulos públicos operava com alta nas taxas. O destaque é o Tesouro Prefixado 2029, com retorno de 13,05%, bem acima do apresentado na quinta-feira (29), 12,81%, última sessão de 2022.

As negociações do Tesouro Prefixado 2033 voltaram a operar. Elas estavam suspensas devido ao pagamento do cupom semestral de custódia, que ocorre nesta segunda-feira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Já entre os papéis atrelados à inflação, a maior taxa real era oferecida pelo Tesouro IPCA+ 2026, no valor de 6,32% ao ano, superior aos 6,18% registrados na quinta-feira passada.

Confira os preços e as taxas dos títulos públicos disponíveis para a compra no Tesouro Direto na manhã desta segunda-feira (02): 

Tesouro DiretoFonte: Tesouro Direto

Haddad

Em sua primeira fala após tomar posse no noite de domingo (1), o ministro da Economia, Fernando Haddad, disse que “não estamos aqui para aventura”. Ele repetiu, em discurso de posse, que trabalhará com responsabilidade fiscal

O novo ministro acenou com uma retomada forte do processo de integração do Mercosul e outros países da América do Sul. Haddad disse que é um “alívio” para a região saber que os países agora estarão mais unidos no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo o ministro, Lula tem “obsessão” pelo Mercosul. “O presidente já fez muito pelo Mercosul e vai voltar a fazer”. Ele criticou a atuação do Banco Nacional de Desenvolvimento e Social (BNDES) no financiamento das exportações para o bloco. Segundo ele, o BNDES, o Eximbank brasileiro, assistiu a queda das vendas de produtos manufaturados sem fazer nada.

A maior integração dos países da região é um dos temas de interesse do novo ministro. Junto com o novo secretário-executivo do ministério da Fazenda, Gabriel Galípolo, Haddad escreveu um artigo defendendo a criação de uma moeda única para os países da América do Sul. Iniciativa para acelerar a integração regional fortalecer a soberania monetária dos países do continente.

Discurso de Lula

O petista Luiz Inácio Lula da Silva entregou no primeiro discurso como presidente empossado o que escondeu durante toda a campanha: as diretrizes econômicas do seu futuro governo. E o desenho proposto traz de volta uma visão mais desenvolvimentista, com maior participação do Estado como pilar da economia.

De largada, o presidente prometeu rever políticas mais liberais, como a reforma trabalhista e as privatizações de estatais, além de colocar por terra o que chamou de “estupidez” do teto de gastos – norma criada no governo do ex-presidente Michel Temer para limitar as despesas e garantir a sustentabilidade das contas públicas. O presidente não detalhou que tipo de controle vai colocar no lugar, mas seu ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse que vai mandar ao Congresso uma nova regra ainda no início deste ano.

Bolsas internacionais

A Bolsa de Hong Kong fechou em queda de 0,48%, com impacto especialmente de um relatório divulgado no final de semana e que mostrou que a manufatura chinesa contraiu pelo terceiro mês consecutivo em dezembro, na maior queda desde fevereiro de 2020.

As Bolsas de Paris e Frankfurt abriam em alta, respectivamente, de 0,77% e 1,06%, com os investidores aproveitando os preços das ações de alguns setores após a queda do ano passado.

No mercado de petróleo, o WTI avança 2,69%, a US$ 80,51 o barril.

Read Entire Article