Trade hoje: Dólar Futuro recua mais de 13% em 2023 e segue em tendência de queda

10 months ago 50

Os contratos de dólar futuro acumulam desvalorização de 13% neste ano e seguem com tendência de baixa, de acordo com analistas técnicos consultados pelo InfoMoney.

A pontuação do DOLFUT voltou, na véspera, aos patamares de 2019, puxado por um movimento de ajuste técnico, valorização de commodities e ingresso de recursos estrangeiros na Bolsa.

Nesta terça-feira (25), porém, há uma leve valorização, por volta das 13h30. O contrato de dólar futuro (DOLQ23), com vencimento para agosto de 2023 sobe 0,27%, aos 4.746 pontos, enquanto o mini dólar (WDOFUT) avança 0,23%, aos 4.746 pontos.

Dólar Futuro: Tendência de baixa

Conforme a analista técnica da Clear Corretora, Pam Semezzato, analisando o WDOFUT, o ativo encontra-se em tendência de baixa no curto e no médio prazos, “depois de confirmar o rompimento do suporte da lateralização maior, em 4.900.”

“O forte movimento de baixa de ontem (24) indica teste no próximo suporte em 4.670 e, caso consiga romper, pode abrir espaço para quedas mais fortes, até o suporte de 4.220“, aponta ela.

Fonte: ProfitChart. Elaboração: Pam Semezzato

Enquanto isso, analisando o mini contrato de dólar, pelo gráfico diário, Pam observa “um canal largo de baixa”. Neste cenário, diz ela, “as correções são fortes e demoradas, mas com topos e fundos descendentes.”

Fonte: ProfitChart. Elaboração: Pam Semezzato

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dólar Futuro: Linha de Tendência de baixa

Para o analista técnico da Top Gain, Matheus Lima, o dólar vem em tendência de baixa há meses e o gráfico diário [veja abaixo] demonstra isso “perfeitamente”, diante da Linha de Tendência de Baixa (LTB) traçada desde os 5.800 pontos.

“O interessante ao se observar o desempenho do contrato é que a queda acelerou principalmente após se firmar abaixo de 5.000 pontos, onde deixou dois outros pontos importantes para baixo: 5.170 e 4.945“, diz.

Enquanto isso, Lima acrescenta que agora o contrato rompeu recentemente mais um patamar relevante de suporte, dos 4.784 pontos, “dando sinais fortes de uma continuação da movimentação de baixa para as próximas semanas.”

“Ao projetar a mesma amplitude da queda anterior, partindo do fundo recém rompido, conseguimos encontrar um ‘alvo’ em 4.370. Isso chama a atenção pois ficaria abaixo da mínima do ano passado, próximo aos 4.610 pontos.”

dólar futuro; dolfut; swing trade; dólar; análise técnicaFonte: ProfitChart. Elaboração: Matheus Lima

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dólar comercial

Ebook Gratuito

Análise de Balanços

Cadastre-se e receba um ebook que explica o que todo investidor precisa saber sobre os resultados das empresas

Enquanto isso, o analista técnico do PagBank, Rodrigo Paz, destaca, com base no gráfico diário do dólar comercial, o movimento de rompimento da mínima de 2023 – com a moeda sendo negociada próxima da faixa dos R$ 4,70.

“Neste cenário, seguindo o fluxo da tendência principal, que é de baixa, o potencial é seguir renovando mínimas. As próximas faixas relevantes de suporte no curto prazo são R$ 4,65 e, caso rompa, poderá buscar a faixa de R$ 4,55/ R$ 4,50“, avalia.

Entretanto, ele entende que vale atenção a possíveis repiques, “que podem ocasionar movimento positivos, podendo buscar faixa de médias nos R$ 4,80/ R$ 4,84.”

Fonte: trvd. Elaboração: Rodrigo Paz

Avaliando o médio prazo, o cenário é semelhante, com tendência de baixa e potencial continuidade deste movimento. “Na última semana, a moeda fechou com baixa de 0,36% e, nesta semana, até então, negocia com baixa também. Atualmente, segue renovando mínimas no ano de 2023”, analisa ele.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Paz ressalta que, para dar continuidade à tendência principal, a moeda precisará seguir “com fluxo vendedor, a fim de buscar próxima faixa de suporte nos R$ 4,65

“Caso isso aconteça, a tendência é ganhar fôlego para buscar a região dos R$ 4,55/ R$ 4,50. Caso haja movimento comprador, em sinal de repique, devemos nos atentar a faixa de médias nos R$ 4,85/ R$ 5,00, com alvo mais longo na faixa de R$ 5,18“, acrescenta.

Fonte: trvd. Elaboração: Rodrigo Paz

Bandas de Bollinger

Para Alexandre Milen, analista e CEO da Harami, no curto prazo, a tendência do ativo é de baixa, com base na análise das Bandas de Bollinger.

“Isto se comprova pelo cruzamento de médias móveis cruzadas para venda desde março de 2023, que, neste exato momento, ultrapassou uma forte linha de suporte de preços, em 4.790, devendo alcançar a próxima linha de suporte, em 4.650.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fonte: trvd. Elaboração: Alexandre Milen

No médio prazo, apesar de estar sobrevendido, Milen diz que o ativo está com tendência de baixa, “devido à existência de uma forte LTB, confirmada pelas médias móveis cruzadas para venda e o indicador ADX aumentando, vindo a confirmar a tendência.”

Fonte: trvd. Elaboração: Alexandre Milen

Por fim, olhando o longo prazo, o contrato futuro de mini dólar (WDOQ23) está em tendência de baixa, pelas médias móveis cruzadas para venda, desde novembro de 2022, no gráfico mensal [veja abaixo], confirmado pelo estreitamento das bandas de Bollinger, “com os preços caminhando pela banda inferior”.

Fonte: trvd. Elaboração: Alexandre Milen

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Read Entire Article