USP procura professor com experiência em blockchain

1 year ago 87
Praça do Relógio na USP, referência no ensino público brasileiro com professores capacitadosPraça do Relógio na USP. Foto: Marcos Santos/USP Imagens.

A Universidade de São Paulo disponibilizou novas vagas para preencher seus quadros de funcionários no início de 2023. De acordo com edital divulgado nesta terça-feira (3), a USP quer contratar um professor que tenha conhecimentos em tecnologia blockchain.

A vaga foi disponibilizada pela Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária da Universidade de São Paulo (FEAUSP), uma escola fundada há mais de 75 anos no Brasil.

As inscrições estarão abertas pelo prazo de 15 dias, das 9 horas do dia 1º de fevereiro até às 17 horas (horário de Brasília), do dia 16 de fevereiro de 2023.

Os interessados devem ter titulação de Doutorado e participar do Concurso de Títulos e Provas, já divulgado no Diário Oficial de São Paulo.

Concurso da USP para professor da área de administração pede conhecimentos em blockchain

Como uma tecnologia que veio para ficar, os novos professores da USP devem conhecer sobre a blockchain, tecnologia base das criptomoedas.

A exigência ocorre para professores interessados em trabalhar na área de Métodos Quantitativos e Informática, com foco na subárea de Informática.

Além dos conhecimentos em cibersegurança e blockchain, o candidato deve ter noção sobre transformação digital, cidades inteligentes, entre outras mais.

O Edital FEA 02/2023 pode ser encontrado ainda na página de admissão da USP, que disponibiliza assistência técnica para candidatos com dúvidas pelo e-mail colegiados_fea@usp.br.

A publicação oficial, vale lembrar, não menciona a quantidade de vagas e nem salário dos profissionais.

USP de olho nas inovações

Com conhecimentos em blockchain, a vaga é uma das primeiras disponibilizadas pela USP para professores, mostrando que a universidade segue atenta ao desenvolvimento do setor.

No passado, a Universidade de São Paulo já contribuiu com aulas no setor, como em uma parceria com o TCE do Ceará que colocou o Bitcoin como disciplina de capacitação, por exemplo.

Além disso, alunos da USP venceram recentemente um torneio envolvendo o mercado de criptomoedas. O hackathon apresentado pelos estudantes apresentava um estudo sobre carteiras de investimentos balanceadas.

A realidade mostra que a faculdades públicas também buscam ocupar um espaço em meio a transformação digital que ocorre no Brasil, e que já havia começado a ser atendida por programas de capacitação em faculdades privadas.

Na própria Região do Grande ABC, em Santo André, uma faculdade de economia tradicional retornou com seus cursos no setor após anos fechada. E com as criptomoedas ajudando a retornar as atividades, os professores se capacitam para lidar com as inovações.

De acordo com informações da USP, “a Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária da Universidade de São Paulo (FEAUSP) é uma instituição pública de ensino e pesquisa mundialmente reconhecida pela excelência de sua produção acadêmica e de seus cursos, tanto de graduação quanto de pós-graduação“. Ou seja, mais uma grande instituição mergulha na tecnologia das criptomoedas para ensino no Brasil.

Siga o Livecoins no Google News.
Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Read Entire Article