Visa cria sistema que une todas as blockchains com CBDC e outras formas de moeda digital

1 year ago 82

Chamada de "Universal Payment Channel” (UPC) ela atua como um hub, interconectando várias redes blockchain e permitindo a transferência de moedas digitais

Visa cria sistema que une todas as blockchains com CBDC e outras formas de moeda digital

A Visa, uma das maiores empresas de pagamentos do mundo, destacou que desenvolveu uma solução de interconectividade entre blockchains e entre redes de CBDC que pemite com que ativos sejam trocados entre todas as redes e entre blockchains e redes de CBDCs.

Chamada de "Universal Payment Channel” (UPC) ela atua como um hub, interconectando várias redes blockchain e permitindo a transferência de moedas digitais. Segundo a Visa a rede funciona como um “adaptador universal” entre blockchains, permitindo que bancos centrais, empresas e consumidores troquem valor entre todas as redes, independentemente do formato da moeda.

"Mais do que promover uma visão de interoperabilidade, o UPC também tem implicações nas velocidades de transação em moedas digitais. Onde as redes de pagamento modernas de hoje podem lidar com dezenas de milhares de transações por segundo, algumas das maiores redes de blockchain existentes atualmente podem lidar com apenas uma fração desses volumes. Os canais de pagamento especializados do UPC são estabelecidos fora da blockchain e alavancam contratos inteligentes que se comunicam com as várias redes blockchain", destaca a Visa.

universal payment channel connecting stable coin and central bank digital currency blockchain networks in a hub and spoke fashion

Um rede para todas as redes

Ainda segundo a Visa, embora as moedas digitais não façam parte do seu cotidiano financeiro hoje, tudo indica que elas terão um papel importante no futuro. Além disso, a empresa argumenta que nos últimos dois anos, bancos centrais do mundo inteiro se mostraram cada vez mais interessados em explorar a CBDC.

A Visa explica que a tendência é que muitos bancos centrais implementem algum modelo de blockchain nos próximos anos.

Cada banco central selecionará as redes de tecnologia e protocolos de design mais adequados para seus cidadãos, considerando fatores como governança, requisitos de mercado, fornecedores de tecnologia, padrões de conformidade e prioridades específicas de cada país.

"Deste modo, à medida que o número de redes digitais aumentar – cada uma com suas próprias características de design – é pouco provável que consumidores, empresas e estabelecimentos comerciais venham a usar o mesmo tipo de dinheiro e a mesma rede para fazer transações. 

Acreditamos que o sucesso das CBDCs vai depender de dois ingredientes essenciais: uma ótima experiência do consumidor e ampla aceitação nos estabelecimentos comerciais. Ou seja, é necessário que todos possam fazer e receber pagamentos não importa a moeda, o canal ou formato usado. E é aí que entra o conceito de UPC da Visa", destaca Catherine Gu, Global CBDC Product Lead, Visa.

LEIA MAIS

Read Entire Article