Web3 faz parte de um ‘novo capitalismo’, diz o primeiro-ministro do Japão

10 months ago 52

O primeiro-ministro japonês Fumio Kishida afirmou que o governo está trabalhando ativamente para aprimorar e promover o mercado Web3, alinhando-se com a visão mais ampla de um “novo capitalismo”.

Durante sua conferência WebX Ásia em 25 de julho, o primeiro-ministro Kishida compartilhou suas ideias por meio de uma mensagem de vídeo abordando o potencial transformador do mercado.

Ele articulou como o setor Web3 pode interromper a estrutura tradicional da Internet, estimular a transformação social e inspirar novas ideias e projetos. 

Refletindo sobre seu sentimento otimista, ele disse:

“Espero que a indústria Web3 recupere sua atenção e vitalidade e que vários novos projetos nasçam.”

Antes do primeiro-ministro Kishida, Koichi Hagiuda, presidente do Conselho de Pesquisa de Políticas do Partido Liberal Democrata, abriu a conferência WebX Ásia expressando seu firme apoio às startups focadas na Web3.

Em seu discurso, Hagiuda destacou o potencial global da Web3 e a importância de dois projetos cruciais do Ministério da Economia, Comércio e Indústria. 

Esses projetos, denominados “Start Next Innovator” e “J-StarX”, são projetados para incentivar empreendedores e estudantes japoneses a se conectarem com centros de inovação em todo o mundo, como “Estados Unidos, França e Cingapura”, de acordo com CoinPost.

Hagiuda também afirmou que o Japão já implementou um ambiente regulatório rigoroso para proteger os indivíduos. Hagiuda elogiou os esforços de colaboração entre governo, arenas políticas e setor privado para impulsionar a Web3, destacando a importância de estender essa rede a entidades internacionais.

O forte apoio do governo japonês à Web3 na conferência WebX significa um futuro brilhante para a economia digital e reafirma o compromisso do país de permanecer na vanguarda da inovação tecnológica globalmente.

Read Entire Article